MINAS GERAIS

Ciclista cai em rio e morre após bloco de carnaval em Belo Horizonte

Hegler Ayran, de 32 anos, perdeu o controle da bicicleta, colidiu em mureta de proteção e caiu de uma altura de nove metros

  • Foto do(a) author(a) Estadão
  • Estadão

Publicado em 9 de fevereiro de 2024 às 19:49

Hegler Ayran Quirino morreu na madrugada desta sexta-feira (9)
Hegler Ayran Quirino morreu na madrugada desta sexta-feira (9) Crédito: Reprodução

Um ciclista morreu após sofrer uma queda de nove metros nas margens do Rio Arrudas, em Belo Horizonte, nesta sexta-feira (9). Hegler Ayran, de 32 anos, perdeu o controle da bicicleta, colidiu contra a mureta de proteção e caiu no rio, segundo testemunhas.

De acordo com os bombeiros, ao atender a ocorrência o corpo do ciclista foi localizado em um local de difícil acesso, sendo constatada a morte em seguida por um médico do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Logo após, o local foi periciado em solicitação da Polícia Civil e o corpo encaminhado ao Instituto Médico Legal para exames de necropsia.

Hegler participava momentos antes do Bloco da Bicicletinha, onde foliões acompanham o cortejo pedalando. O local do ocorrido não fazia parte do percurso do bloco, que encerrou no Viaduto Santa Tereza, cerca de 1,5km distante do ponto onde o socorro foi solicitado.

O bloco divulgou uma nota nas redes sociais sobre o incidente. "Por volta de 2h15, dois dos nossos batedores - que estavam se deslocando para casa após o fim do cortejo - avistaram um ciclista sozinho pedindo por socorro à beira do Rio Arrudas, na Avenida dos Andradas. Ao chegarem no local, se depararam com a queda de outro ciclista no rio. A dupla de batedores prestou suporte à testemunha do acidente, auxiliando na chamada do Corpo de Bombeiros e Polícia Militar", diz a nota.

A Polícia Civil de Minas Gerais afirmou estar apurando as circunstâncias da morte e aguarda a conclusão dos laudos periciais para dar seguimento ao caso.