Ximbinha deve mais de R$ 500 mil para banco e incorporadora, afirma jornal

O guitarrista também deve cerca de R$ 130 mil a uma incorporado pela compra de um apartamento em Belém, no Pará

Publicado em 12 de fevereiro de 2016 às 11:58

- Atualizado há 10 meses

O guitarrista Ximbinha não está tendo um início de 2016 muito propício. Após se envolver em diversos polêmicas durante a separação da cantora Joelma em 2015, e perder a nova vocalista da banda XCalypso no final de janeiro, o músico estaria endividado e devendo mais de R$ 500 mil. O guitarrista também deve cerca de R$ 130 mil a uma incorporado pela compra de um apartamento (Foto: Reprodução)A quantia é decorrente de dois empréstimos tomados por Ximbinha de R$ 200 mil e R$ 300 mil, afirma o jornal Extra. O guitarrista ainda é alvo de protestos de títulos por emitir cheques sem fundos, cuja soma chega a R$ 4,9 mil. Ele também está devendo cerca de R$ 130 mil a uma incorporado pela compra de um apartamento em Belém, no Pará.  

O azar de Ximbinha não termina por aí. Como os cachês do show da banda Calypso que chegaram em dezembro foram usados para pagar despesas anteriores da empresa, Ximbinha foi forçado a colocar parte da nova banda no nome de Thábata Mendez, ex-vocalista da XCalypso.(Foto: Reprodução/Facebook)Ainda de acordo com a publicação, a cantora possui 10% do grupo, e não teria recebido pelo trabalho enquanto empresária durante os três meses na banda, ganhando somente o cachê dos shows dos quais participou. O advogado de Thábata Mendes, Aurino Giacomelli, falou sobre o rompimento da cantora com a banda e disse que não houve briga entre os dois.  

Ainda de acordo com o advogado, a decisão de Thábata de deixar o grupo foi feita em comum acordo. “Quando ela começou foi apresentada uma proposta e no caminhar do trabalho a equipe do Ximbinha teve outras ideias para a banda. Daí houve uma discordância. Viu-se de forma consensual que ela não deveria seguir no projeto por causa dessa divergência. Fizemos esse destrato para que cada um seguisse com seu projeto na sua formatação", afirmou o Giacomelli.

[[saiba_mais]]