'Time': veja a lista dos 10 melhores filmes de 2023

Confira a lista do 10º ao 1º

Publicado em 2 de dezembro de 2023 às 18:15

Os 10 melhores filmes do ano: revista 'Time' elege seus favoritos; confira lista
Os 10 melhores filmes do ano: revista 'Time' elege seus favoritos; confira lista Crédito: Reprodução

A conceituada revista "Time" publicou, na última sexta-feira (1º), a lista dos melhores filmes do ano, assinada pela crítica de cinema Stephanie Zacharek. Em seu texto, ela destaca o papel de relevância que o cinema ainda exerce, mesmo com as mudanças drásticas na forma de consumir filmes atualmente.

Confira a lista do 10º ao 1º:

10º: Passagens

O filme de Ira Sachs acompanha o caso entre o cineasta Thomas (Franz Rogowski) e Agathe (Adèle Exarchopoulos), professora casada com Martin (Ben Whishaw). Quando esse último começa a ter um caso, o fato intriga o cineasta, que passa suas atenções para o marido da sua amante. O longa está disponível no Amazon Prime.

9º: Dreamin’ Wild

A produção acompanha a narrativa de dois irmãos músicos, Donnie (Casey Affleck) e Joe Emerson (Walton Goggins), na jornada da produção de um álbum na década de 1970. Dirigido por Bill Pohlad, o filme acompanha "a história daqueles que nunca param de viver os sonhos do rock’n’roll", segundo Zacharek, e é baseado em fatos reais.

8º: Are You There God? It’s Me, Margaret

Dirigido por Kelly Fremon Craig, o filme se destaca por exprimir detalhes sobre as experiências vividas por mulheres, ainda pouco exploradas nas telonas. A obra apresenta Margaret Simon (Abby Ryder Fortson), garota na pré-adolescência, que muda de cidade e encara os desafios da vida em um novo lugar, ao lado da mãe, Bárbara (Rachel McAdams), e da avó Sylvia (Kathy Bates). O longa está disponível no o HBO Max.

7º: Assassinos da Lua das Flores

A obra de Martin Scorsese revisita a história relatada por David Grann sobre um grupo de homens brancos que assassinou membros de uma tribo indígena, em Oklahoma, nos Estados Unidos. O filme está em cartaz e conta com grandes nomes de Hollywood, como Leonardo Di Caprio e Robert De Niro.

6º: Vidas Passadas

O longa de estreia da escritora e diretora coreana Celine Song mostra como dois amigos de infância Nora (Greta Lee) e Jung Hae Sung (Teo Yoo) se reencontram em Nova York depois de décadas de distância. A obra retrata "a beleza das escolhas e o choque das oportunidades perdidas apresentadas pela vida".

5º: Memórias de Paris

A escritora e diretora Alice Winocour encarou a incerteza sobre a vida do irmão, após ele sobreviver a um ataque terrorista. Na obra, ela revisita lembranças semelhantes do caso fictício vivido pela personagem Mia (Virginie Efira), que tem que lidar com o trauma de viver um ataque.

4º: Priscilla

Mostrando a força de Elvis Presley no imaginário cultural nos dias de hoje, mais de 40 anos após sua morte, a cinebiografia de Priscilla Beaulieu Presley, esposa do astro musical, assinada por Sofia Coppola, revisita a história da biografada a partir de suas próprias memórias. Jacob Elordi (da série "Euphoria", da HBO Max) interpreta Elvis e Cailee Spaeny vive Priscilla.

3º: Zona de Interesse

Com direção de Jonathan Glazer, o longa acompanha o comandante chefe de Auschwitz, Rudolf Höss (Christian Friedel) e sua esposa Hedwig (Sandra Hüller), que lutam para construir uma vida com suas casualidades ao lado de um campo de concentração. De acordo com a Time, o filme é um "lembrete de que a felicidade construída sobre o sofrimento dos outros não é felicidade".

2º: Maestro

O filme conta a história do compositor e maestro Leonard Bernstein, que comandou a Filarmônica de Nova York até o final da década de 1960. Com Bradley Cooper como protagonista, o longa mergulha na vida do artista, enquanto trata sobre questões como a complexidade da humanidade. Segundo a revista, a atuação de Carey Mulligan, esposa do compositor, é um dos destaques. O filme entrará no catálogo da Netflix em 20 de dezembro.

1º: Folhas de Outono

Dirigido pelo finlandês Aki Kaurismäki, o filme acompanha o encontro entre Ansa (Alma Pöysti) e Holappa (Jussi Vatanen), abordando temas como o poder dos encontros, romance, vícios, obstáculos da vida e solidão. A produção está disponível nos cinemas.