DE SAÍDA

Ídolo do Borussia Dortmund, Marco Reus deixará o clube após 21 anos

Jogador de 34 anos se despedirá ao fim da temporada: 'Grato e orgulhoso'

  • Foto do(a) author(a) Estadão
  • Estadão

Publicado em 3 de maio de 2024 às 14:22

Marco Reus deixará o Borussia Dortmund
Marco Reus deixará o Borussia Dortmund Crédito: Borussia Dortmund/Divulgação

O sonho de Marco Reus terminar a carreira defendendo as cores do Borussia Dortmund não se concretizará. O clube alemão anunciou nesta sexta-feira (3) que o ídolo de 34 anos não terá seu contrato renovado. Aos 34 anos, 21 deles dedicados ao clube, sendo 12 no profissional, o meia-atacante se despedirá ao fim da temporada, mas ainda tentará conquistar a Liga dos Campeões, no qual o time tem vantagem de 1x0 sobre o PSG na semifinal.

"Uma história extraordinária termina no verão. O Borussia Dortmund e seu capitão de longa data, Marco Reus, concordaram mutuamente em não prorrogar o contrato, que expira no final da temporada", anunciou o clube em suas redes sociais. As negociações não andaram como ambos queriam e a decisão acabou sendo pela saída.

Reus defende as cores do time profissional desde 2012, após três anos no Borussia Mönchengladbach. Revelado no clube, ele ficou na base de 1995 a 2005. O ídolo atuou em 424 partidas, com 168 gols (segundo maior artilheiro do clube) e distribuindo 100 assistências. Foi vice-campeão da Liga dos Campeões de 2013, mas ergueu os troféus da Copa da Alemanha duas vezes (2017 e 2021), além de ter conquistada a Supercopa Alemã em 2013 e 2019. Ele foi capitão por cinco anos seguidos.

Eleito duas vezes o melhor jogador na Alemanha, Reus agradeceu pelos anos de história no Borussia Dortmund e agora procura um novo clube para os últimos passos da carreira. Ultimamente, vinha sendo reserva sob o comando de Edin Terzic, mas ainda deve fazer um jogo de despedida.

"Estou extremamente grato e orgulhoso por este momento especial no meu clube, o Borussia Dortmund. Passei mais de metade da minha vida neste clube e aproveitei cada dia, embora tenha havido momentos difíceis", afirmou Reus.

"Já sei que será difícil me despedir no final da temporada. E, no entanto, estou feliz que agora haja clareza e que possamos nos concentrar totalmente nos importantes jogos finais que ainda estão pendentes", seguiu, falando da Liga dos Campeões.

"Temos um grande objetivo em mente e todos queremos alcançá-lo juntos. Para isso precisamos de cada um dos nossos incríveis fãs, a quem gostaria de agradecer expressamente pelo seu incrível apoio ao longo dos anos".

O jogo de volta na França será na terça-feira, mas antes, neste sábado, o time joga no Signal Iduna Park diante do Augsburg, pelo Alemão. O Borussia Dortmund ainda terá compromissos na casa do Mainz 05, e fecha a competição no dia 18 de maio, em casa, contra o Darmstadt, possível data do jogo festivo de despedida.

"Marco Reus é um dos maiores jogadores deste clube. Ele nasceu em Dortmund, jogou quase dez anos nas categorias de base, esteve no time profissional por doze anos e foi capitão do nosso time por muito tempo. A sua ligação ao Borussia Dortmund é extraordinária", discursou o CEO do clube, Hans-Joachim Watzke.

"Desejamos ao Marco tudo de melhor para o seu futuro. Esperamos sinceramente que ele regresse ao BVB após a sua carreira profissional, porque há muitas tarefas emocionantes à sua espera aqui em Dortmund".