Conmebol chama medalhões para reunião sobre final da Libertadores

esportes
04.11.2019, 15:05:30
Atualizado: 04.11.2019, 15:39:24
(Foto: Shutterstock/Reprodução)

Conmebol chama medalhões para reunião sobre final da Libertadores

Presidentes do Flamengo e River Plate, além da CBF, AFA e ANFP, são chamados para conversa no Paraguai

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A Conmebol convocou os presidentes do Flamengo, River Plate, CBF, AFA (Associação de Futebol Argentino) e ANFP (Asociación Nacional de Fútbol Profesional do Chile) para uma reunião em sua sede, em Luque, no Paraguai, sobre a final da Libertadores. A decisão da competição está marcada para o dia 23 de novembro, no Estádio Nacional de Santiago. 

Segundo a entidade, o encontro tem como objetivo "revisar todos os aspectos da organização" da final única entre Flamengo e River Plate. Espera-se que a Conmebol dê uma nova posição sobre a viabilidade da partida ser realizada na sede escolhida - já que a capital chilena vem passando por uma onda de protestos e crise há três semanas.

Uma 'supermanifestação', aliás, foi marcada, justamente, no dia 23, mesma data em que acontece o jogo da Libertadores. Isso aumentou a preocupação dos envolvidos, com o técnico do River, Marcelo Gallardo, expressando inquietação sobre o tema.

(Foto: Reprodução)

"É muito preocupante, não só para nós, mas também para o povo chileno, que está em uma situação muito complicada. Esperamos que o problema possa se resolver pelo bem de sua gente, a partida passa a um segundo plano, mesmo sendo uma final da Libertadores. Esperemos que possa se resolver, se não, que se tenha uma maior precisão de onde vamos ir", afirmou. 

Na última quarta-feira (30), dois encontros de chefes de Estado que seriam realizados no Chile foram cancelados: o Fórum de Cooperação Ásia-Pacífico (APEC), nos dias 16 e 17 de novembro, e a conferência do clima da ONU, a COP-25, entre os dias 2 e 13 de dezembro. Ainda assim, a Ministra de Esportes do país, Cecilia Pérez, garantiu que o jogo estava mantido em Santiago.

Porém, desde então, a Conmebol passou a cogitar um plano B. E, nos bastidores, o Paraguai surge como provável alternativa. Não só se ofereceu para abrigar a final da Libertadores como será palco da decisão da Copa Sul-Americana, neste sábado (9), entre Colón e Inependiente del Valle. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas