Rodrigo Mussi tem alta hospitalar após 29 dias internado

entretenimento
28.04.2022, 15:47:37
O ex-BBB Rodrigo Mussi sofreu um acidente de carro em 31 de março (reprodução)

Rodrigo Mussi tem alta hospitalar após 29 dias internado

Segundo Diogo Mussi, irmão do ex-BBB, o tratamento agora será com reabilitação intensiva

Rodrigo Mussi teve alta da internação no Hospital das Clínicas e foi transferido para reabilitação intensiva nesta quinta-feira (28). As informações foram reveladas pelo irmão do ex-BBB, Diogo, por meio de seu Instagram.

“E a alta do HC veio. O Rod já foi transferido para a reabilitação intensiva e iniciou a avaliação geral. Serão dias intensos de reabilitação e o Rod está motivado. Disse que vai dar conta de tudo. À noite eu volto para expor o recado dele para os fãs. Bora, guerreiro!”, disse Diogo Mussi.

O perfil oficial de Rodrigo também emitiu um comunicado oficial sobre a alta hospitalar do ex-brother com as informações anteriormente relatadas por Diogo. Os fãs celebraram a boa notícia nos comentários. 

Acidente em carro de aplicativo
Rodrigo Mussi, que trabalhava como gerente comercial antes de ingressar no BBB22, sofreu um grave acidente de carro em 31 de março após sair de um jogo de futebol em São Paulo. Ele pegou um carro de aplicativo que acabou batendo contra um caminhão após o motorista dormir enquanto dirigia.

Sem cinto de segurança, Rodrigo sofreu uma série de ferimentos e foi levado para o Hospital das Clínicas, onde passou por algumas cirurgias na cabeça e pernas e segue internado após mais de três semanas.

Nos últimos dias, o ex-BBB teve melhoras significativas na extubação e na movimentação. Ele deixou a UTI na última semana e, segundo os familiares, está "bem lúcido".

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas