Série B do Baiano terá times de igreja, de faculdade e de Talisca

esportes
11.01.2019, 18:56:00
Atualizado: 12.01.2019, 00:11:59
Canaã Esporte Clube é novidade na 2ª divisão baiana (Canaã EC/Divulgação)

Série B do Baiano terá times de igreja, de faculdade e de Talisca

Seis equipes disputarão o acesso

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A tradição deu lugar aos novos tempos no Campeonato Baiano da Série B. A edição 2019, cuja tabela foi divulgada nesta sexta-feira (11) pela Federação Bahiana de Futebol (FBF), terá seis times. A disputa começa no dia 10 de março, e o campeão classifica para a primeira divisão do ano que vem.

Dos seis times, só o Galícia e o Atlanta foram criados no século XX. Os demais concorrentes ao acesso são PFC Cajazeiras, Olímpia, Canaã e Unirb. Os três últimos vão estrear em uma competição profissional.

A origem do trio é incomum. A Unirb, como o nome diz, é o time do centro universitário que na Bahia tem unidades em Salvador, Feira de Santana e Alagoinhas. A instituição de ensino vai mandar seus jogos no estádio Antônio Carneiro, em Alagoinhas. A equipe de futebol tem sede no município de Mata São João e filiou-se à FBF em 2018.

Também no ano passado surgiu o Canaã Esporte Clube, braço esportivo do Projeto Nova Canaã, um programa beneficente mantido pela Igreja Universal que atende crianças e jovens carentes no município de Irecê, no Centro-Norte do estado.

O mando de campo, no entanto, será no estádio José Rocha, em Jacobina. Através de uma parceria com o Jacobina, a base do time do Canaã que vai jogar a segunda divisão disputou a Copa São Paulo de Futebol Júnior, da qual foi eliminada na primeira fase, na última quinta-feira (10). A equipe teve o nome e o escudo do Jacobina, porém os atletas eram do Canaã.

“Dessa equipe formaremos a base do time que disputará a Série B do próximo Campeonato Baiano, de olho na conquista da primeira divisão, a Série A, mais à frente. Em julho, também participaremos da Copa BH, em Belo Horizonte, na categoria 17 anos, e assim seguiremos participando de todas as competições oficias que pudermos”, conta o presidente do clube, Sérgio Corrêa. O Canaã jogou o estadual nas categorias infantil e juvenil em 2018.

Outra novidade é o Olímpia, que tem como dono o meia Anderson Talisca, ex-Bahia e atualmente no Guangzhou Evergrande, da China. Por incompatibilidade com a carreira, o clube ficou inativo no ano passado. No retorno, Talisca deixou a presidência e colocou a mãe, Ivone Souza, no cargo.

O Olímpia treina em Lauro de Freitas, mas não jogará mais na cidade vizinha à capital. O mando de campo agora é o estádio Luiz Viana Filho, em Pojuca, também na região metropolitana de Salvador. O clube fez um amistoso no sábado (8) e venceu a seleção de Madre de Deus por 1x0.

Os seis times se enfrentarão em jogos de ida e volta. Após dez rodadas, os dois primeiros farão a final, nos dias 19 e 26 de maio. O campeão garante o acesso.

O PFC Cajazeiras e o Galícia jogarão no estádio de Pituaçu, em Salvador. Já o mando de campo do Atlanta será o estádio Waldomiro Borges, em Jequié. Clique aqui para ver a tabela completa.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas