Ambulantes vão ter estrutura exclusiva para trabalhar na Barra durante Carnaval

Semop está instalando espaço

  • D
  • Da Redação

Publicado em 24 de janeiro de 2024 às 13:45

Estrutura para ambulantes está sendo instalada
Estrutura para ambulantes está sendo instalada Crédito: Bruno Concha/Secom PMS

A Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) está instalando uma nova estrutura dedicada exclusivamente aos ambulantes que vão atuar na Barra (Circuito Dodô) do Carnaval de Salvador. Construído na areia, o espaço funcionará como uma extensão do calçadão da praia, entre o Farol e o Barravento, onde os trabalhadores informais poderão colocar o isopor, garantindo uma segurança a mais para eles e para o material comercializado.

“Tivemos a oportunidade de discutir este novo projeto do circuito Barra/Ondina, o mais frequentado por cidadãos e turistas, trazendo mais conforto e segurança ao ambulante e mais espaço para o folião. Os ambulantes vão ter um espaço exclusivo para eles, com seu isopor, como se fosse um grande balcão para atender o público. É mais uma iniciativa da gestão para que a gente consiga equacionar as forças que fazem o Carnaval”, disse o titular da Semop, Alexandre Tinoco.

O gestor lembra que a ideia é não tirar a visão de quem está no mar e nem diminuir a circulação de ar. “Os ambulantes estarão no tablado com o equipamento de venda e sem prejudicar ninguém. Não será permitido colocar outros equipamentos e estruturas. O acesso será controlado e haverá um número limitado de pessoas que poderá trabalhar ali”.

São mais de 4,1 mil ambulantes licenciados na lista final, então esperamos inovar trazendo mais conforto para todo mundo”, disse o secretário Alexandre Tinoco, reforçando o compromisso da administração municipal em proporcionar um ambiente mais seguro e confortável para os profissionais informais durante a festividade.

A empresária Mônica Dias, de 60 anos, mora na Barra há três décadas e meia e elogiou a iniciativa da Semop. “Fiquei encantadíssima com essa estrutura, estou feliz demais. Eu vejo o que eles passam e, como moradora da Barra, é a minha felicidade perceber que os ambulantes estão sendo vistos. Vai ser um Carnaval especial para todos”, ponderou.

Avanços

O titular da Semop ressaltou ainda os avanços promovidos pela gestão municipal para trazer mais conforto e segurança para os ambulantes que vão atuar nas festas populares da cidade. Um dos destaques é o sistema de credenciamento, que foi aperfeiçoado e permitiu que os trabalhadores pudessem fazer o cadastro on-line, de forma antecipada, para trabalhar em quaisquer das festas na cidade, evitando filas. Outra medida municipal foi a isenção das taxas para atuação nos festejos, em todas as modalidades, a exemplo de isopor, food truck e barraca.

AO secretário reforça que todos os ambulantes credenciados foram divulgados em uma lista em novembro de 2023 – para o Carnaval, serão 4,1 mil licenciados. “Todo o processo de seleção dos ambulantes foi feito em 2023, encerramos com a lista em novembro e não tem mais espaço para novos trabalhadores. Um apelo que fazemos para que as pessoas não se desloquem do interior ou de outros estados se não tiverem a garantia do nome na lista para retirar a licença. Não temos mais vagas, e a fiscalização só irá permitir trabalhar no carnaval aqueles que tiverem com a licença”.

O Correio Folia tem apoio institucional da Prefeitura Municipal de Salvador