ADEUS, CARNAVAL

Arrastão da Quarta-feira de Cinzas leva multidão ao circuito Dodô

Bell Marques, Léo Santana, Danniel Vieira e Carlinhos Brown comandaram trios na manhã desta quarta (14)

  • M
  • Millena Marques

Publicado em 14 de fevereiro de 2024 às 14:58

Brown convidou Ilê Aiyê, Olodum, Zárabe e Mariene de Castro
Brown convidou Ilê Aiyê, Olodum, Zárabe e Mariene de Castro Crédito: Marina Silva/CORREIO

Ao som do hino atemporal do Chiclete com Banana, 'Diga que Valeu', o cantor Bell Marques deu início ao Arrastão da Quarta-Feira de Cinzas no Farol da Barra, por volta das 10h. Após cantar em todos os dias de Carnaval no Circuito Dodô, o artista foi o primeiro a se apresentar no encerramento da folia.

"Vamos terminar essa festa hoje de maneira muito especial. Agora, é hora de nos divertimos, saindo de todo o compromisso, mas a alegria permanece como nosso compromisso maior", disse Bell antes da abertura do Arrastão.

O relógio não marcava 9h e a advogada Ani Mirela de Oliveira, 35 anos, já estava com um litro de vodca em frente ao Farol da Barra, esperando o início do Arrastão da Quarta-feira de Cinzas. Quem deu de cara com Ani no circuito não fazia ideia que a foliã estava acordada há 24 horas..

A alagoana desembarcou em Salvador no último dia 4, com o objetivo de curtir todos os dias da folia soteropolitana, sem exceção. Por isso, ao chegar no apartamento às 8h desta quarta, depois de passar a noite em um dos camarotes do circuito Dodô (Barra-Ondina), a única coisa que fez foi pegar uma camiseta de um colega emprestada. Em seguida, desceu para o Farol da Barra.

"Minha mãe acha que eu estou dormindo. Quando cheguei do camarote, só fiz tomar um banho e peguei a roupa do meu coleguinha", disse a advogada, aos risos. Acompanhada com mais dois amigos, a alagoana foi a única do trio que não tirou um cochilo sequer para curtir o Arrastão.

O casal Jailda Reis Santos, 53, e Carlos César Lima, 53, saíram de casa às 10h de terça-feira (13) e só passaram em casa na manhã de hoje para pegar "uns trocados". Carlos ainda estava vestido com a fantasia do bloco Muquiranas, que foi comandado pelo cantor Tony Salles na tarde de ontem. "Estamos curtindo desde o Furdunço, sem parar. Hoje, só passamos em casa para pegar um dinheiro", disse César.

Os dois curtem o Arrastão da Quarta-Feira de Cinzas desde que a folia foi instaurada em Salvador por Carlinhos Brown, em 1995. A intenção era disponibilizar um dia de curtição para as pessoas que trabalharam em todos os seis dias oficiais da folia.

Pulando Carnaval há dias, Carlos César é zelador e volta a trabalhar nesta quinta-feira (15). Questionado sobre como retornará ao ofício amanhã, o folião afirmou que só existe uma forma de aguentar o trampo: "A gente vai chegar no trampo treinado, reforçado com o famoso mingau de cachorro", disse o zelador. O mingau é feito apenas de água, farinha e alho e é famoso por dar forças aos diagnosticados com viroses ou aqueles que estão de ressaca.

A cozinheira Andreia Bianca Silva, 53 anos, fez jus à proposta da festa, criada inicialmente como forma de diversão para as pessoas que trabalhavam todos os dias do Carnaval. Ela vendeu quentinhas de almoço durante os seis dias da folia, mas tirou a Quarta-Feira de Cinzas para curtir o som de Bell Marques na Barra ao lado da filha, Maria Eduarda de Oliveira, 19.

"Eu sou chicleteira desde novinha. Como trabalhei todos os dias do Carnaval, a expectativa estava toda na Quarta-Feira de Cinzas, só para curtir Bell Marques", disse Andreia Bianca, que chegou ao Farol por volta das 7h, para não perder nenhum momento da saída de Bell.

Depois de Bell Marques, o trio de Léo Santana,o GG da Bahia, foi o segundo cantor a comandar um trio no Arrastão. Ao som de hits como ’Toma,Toma’, ‘Zona de Perigo’ e ‘Perna Bamba’, vencedora do prêmio de Música do Carnaval do Correio Folia, o cantor agitou uma multidão pelo circuito Dodô. “A melhor festa do mundo”, disse Léo.

O artista ainda recebeu o amigo e cantor Tony Salles, com quem divide o hit do Carnaval deste ano. “Te amo, somos vencedores da vida. Vamos seguir construindo essa história linda”, disse o vocalista da banda Parangolé. O cantor Wilsinho Kraychete, conhecido como WK, também foi um dos convidados de Léo.

A terceira atração foi o cantor Danniel Vieira, que recebeu os artistas Rafique Saade, Kart Love e Guga Meyra. Danniel fez uma homenagem aos colaboradores da Limpurb. “Que a sociedade reconheça cada vez mais o valor de vocês”, escreveu o cantor em seu perfil oficial do Instagram.

Por fim, um encontro histórico lotou o circuito Dodô. Pela primeira vez, o cacique Carlinhos Brown reuniu Olodum, Ilê Aiyê e o projeto Zárabe no Arrastão da Quarta-Feira de Cinzas. Cerca de 500 percussionistas foram responsáveis pela formação de uma bateria que guiou o povo do Farol da Barra até Ondina.

“Nunca vi tanta gente aqui [no Arrastão], provando que o trabalho do Ilê Aiyê vale e valeu para todos nós. Que Neguinho do Samba continue nos nossos ouvidos, ensinando-nos a missão do amor e do toque sonoro. Que Vovô do Ilê tenha força”, disse ao finalizar o circuito em Ondina, com centenas de pessoas na rua.

O Correio Folia tem apoio institucional da Prefeitura de Salvador

*Com orientação da chefe de reportagem Perla Ribeiro