Falso cuidador que dopava idosos para roubar residências é preso

Economias e joias de família com valor monetário e afetivo foram levadas

  • Foto do(a) author(a) Estadão
  • Estadão

Publicado em 21 de março de 2024 às 12:58

O Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC) prendeu na manhã desta quinta-feira, 21, um homem responsável por um suposto esquema de roubos no qual, para acessar a casa das vítimas, se passava por cuidador de idosos. O suspeito e a esposa foram detidos em um imóvel no Jardim Júlia, zona sul de São Paulo. No local os policiais encontraram R$ 40 mil, relógios e aparelhos celulares.

Entre as vítimas está um casal de idosos, com mais de 80 anos, do bairro da Aclimação, na zona sul. Em janeiro, quando o crime aconteceu, uma das vítimas se recuperava de um tratamento de câncer no cérebro e quase morreu em função dos efeitos do sonífero a que foi submetida.

O suspeito utilizou uma substância para dopar os moradores e cometer o roubo na residência. Economias e joias de família com valor monetário e afetivo foram levadas.

As duas pessoas presas foram indiciadas pelo crime de roubo qualificado e, segundo a Polícia Civil, já são investigados por outros crimes semelhantes. A defesa dos suspeitos não foi localizada pela reportagem.