Xanddy Harmonia antecipa as comemorações dos 475 anos de Salvador

Trio no subúrbio abre a programação Festival Viva Salvador; homenagens pelo aniversário da cidade vão até o dia 7 de abril

  • Foto do(a) author(a) Priscila Natividade
  • Priscila Natividade

Publicado em 16 de março de 2024 às 23:53

Xanddy abriu a programação do festival, com um trio em Paripe, no subúrbio
Trio de Xanddy abriu a programação do festival em Paripe Crédito: Priscila Natividade/ CORREIO

O Aniversário de Salvador é só dia 29 de março, mas a celebração dos 475 anos da cidade já começou. E ficou para o cantor Xanddy Harmonia, a tarefa de comandar abertura do Festival Viva Salvador, na noite deste sábado (16), no bairro de Paripe, no subúrbio. Por volta das 19h, o trio antecipou a festa na Praça João Martins, trazendo o pagodão ‘daquele jeito’.

“Primeiramente, agradecer a oportunidade de estar aqui com vocês. Muita gente não sabe, mas tenho uma história com Paripe, com o subúrbio. E hoje esse encontro se torna ainda mais especial porque estamos antecipadamente começando as comemorações do aniversário de Salvador nesse nosso primeiro show pós-Carnaval. Que essa noite seja incrível e maravilhosa”, disse Xanddy, que não demorou muito para puxar o coro de sucessos da sua carreira como ‘Vem Neném’ e ‘Desce Fazendo Coraçãozinho’.

Além de garantir um dinheiro extra, a vendedora ambulante Ediane reis, do Point da Cid – que fica bem ali, em frente a Magazine Luiza – aproveitou também para curtir o som de Xanddy. Três latinhas de cerveja custam R$ 10. Mas tem também água, refrigerante e sminorff. “Essa programação aqui no bairro ajuda muito, a gente já tira um dinheiro a mais e aproveita para se divertir também. E não é qualquer banda, né? É Xanddy”, comemora.

E se fosse desejar um presente para Salvador, Ediane diz que seria paz para todo mundo. “As pessoas daqui são legais, acolhedoras, coisa que a gente não vê em nenhum outro lugar. É o que eu mais gosto em Salvador. Por isso, o meu presente seria paz mesmo, porque todo mundo está precisando”.

Não muito distante do trio, antes de o pagode começar, duas turistas paulistas – a bancária Paloma Santos e a analista de TI, Luiza Flor – aproveitavam um pastel que compraram na praça. Uma disse 'vamo', outra respondeu 'bora' e, assim, elas saíram do hotel que estão hospedadas no Rio Vermelho e pegaram um Uber rumo a Paripe só para curtir o trio de Xanddy.

“Fizemos um passeio para o Litoral hoje e disseram para gente que tinha um trio aqui e cá estamos. Vamos ficar uma semana em Salvador. É nossa primeira vez na cidade, sempre tivemos muita vontade de visitar, principalmente pela parte cultural e as praias”, conta Paloma. “Já conhecemos o Centro Histórico, a Igreja do Bonfim. Mas vamos passear também em Morro de São Paulo, na Ilha dos Frades, Ilha de Itaparica e conhecer o Farol da Barra”, completou Luiza.

Mais shows

Enquanto Xanddy não deixava ninguém ficar parado em Paripe, no mesmo dia, no Largo da Mariquita, no Rio Vermelho, a cantora Sylvia Patrícia convidou Sandra de Sá para subir ao palco montado no Rio Vermelho, em mais uma apresentação do festival, que teve ainda o projeto Ópera Buffa, com Jonga Cunha, Rafa Chaves e Rafa Jardim.

Segundo o presidente da Empresa Salvador Turismo (Saltur), Isaac Edington, uma das características do festival Viva Salvador é não só a diversidade de ritmos e estilos musicais, mas, principalmente, a capacidade de envolver todas as regiões da cidade na festa. "Buscamos levar arte, música, cultura para toda cidade, sobretudo, no subúrbio que temos um carinho todo especial e também Xanddy tem uma identificação muito forte com Paripe".

Ainda tem muita coisa para acontecer. Amanhã (17), também no Largo da Mariquita, a partir das 17h, é a vez do projeto Ubaque, com Pedro Pondé e Tiri, além do show de Alexandre Leão. “São mais de 20 dias de muita coisa bacana na cidade. Priorizando nossos artistas, trazendo lazer e entretenimento para nossa cidade da forma que ela merece. As expectativas são as melhores para essa comemoração de 475 anos da nossa terra”, acrescentou Edington.