clube correio

Cabokaji faz música pra realçar a identidade nordestina

Grupo se apresenta sexta (17) na Casa Rosa; Clube CORREIO dá 40% de desconto

  • D
  • Da Redação

Publicado em 16 de novembro de 2023 às 08:00

O grupo Cabokaji
O grupo Cabokaji Crédito: Tamires Almeida

O grupo musical performático Cabokaji se apresenta nesta sexta (17), na Casa Rosa. Formado pelos cantores, compositores e pesquisadores da arte Caboclo de Cobre, ISSA, Ejigbo e Mayale Pitanga, o coletivo se diz movido pela necessidade de pautar a herança dos povos originários com um olhar de reparação social, patrimonial, histórica e ambiental. Natural que a música calcada em ritmos eletrônicos e um discurso baseado no “sorriso como ferramenta política e dança como processo de cura” reflita isso.

A sonoridade resultante exalta as belezas afro-indígenas e é inspirada no universo do candomblé caboclo, dance hall, piseiro ou pisadinha, groove arrastado, guitarradas, funk, brega funk, côco, rock, adornados com timbres de ritmos de manifestações nordestinas como o baião, maracatu, toré e rojão. Uma grande mistura que enfoca também na cultura soteropolitana e no diálogo com as tecnologias eletrônicas a partir de referências contemporâneas, nascidas nas periferias dos grandes centros urbanos.

Com pesquisa poético-musical focada no corpo em suingue, o Cabokaji, surgido em Salvador em 2019, faz referência à figura do caboclo, presente nos ritos de tambor de mina, umbanda, vale do amanhecer, e principalmente nos cultos de candomblé de caboclo em terreiros da nação Bantu. Desta forma, a banda representa a união das potências de quem acredita na mensagem em um som que conversa com a rua, fala “de nós pra nós” e apresenta a história e trajetória do povo afro-brasileiro e ameríndio mais adiante no tempo, rumo ao futuro.

Ainda em seu ano de criação, o Cabokaji foi um dos selecionados pelo programa Natura Musical para a gravação do seu primeiro disco, desenvolvimento de álbum-documentário e implantação de canais de comunicação comunitários em aldeias em Pernambuco e Alagoas. Com o single Chegança (2020), foi ganhador da categoria Melhor Arranjo para Música com Letra do 18º Festival de Música da Educadora FM.

Serviço - Sexta (17), 22h, na Casa Rosa (Rio Vermelho) | Ingressos: R$ 60 / R$ 30, à venda no Sympla | Clube CORREIO dá 40% para assinantes do jornal.