11 benefícios da linhaça para a saúde e o emagrecimento

Essa semente ajuda a acelerar o metabolismo e protege o coração

  • Foto do(a) author(a) Portal Edicase
  • Portal Edicase

Publicado em 8 de março de 2024 às 11:25

Imagem Edicase Brasil
A linhaça ajuda o organismo a absorver nutrientes (Imagem: Halil ibrahim mescioglu | Shutterstock) Crédito:

A linhaça, também conhecida como semente de linho, é originária da região mediterrânea e do Oriente Médio. Ao longo do tempo, se espalhou por diversas regiões do mundo e ganhou reconhecimento por suas propriedades nutricionais e medicinais.

Essa semente é livre de glúten e carrega consigo nutrientes como ômega 3 e 6, além de carboidratos. “Em pesquisas recentes, vem apresentando resultados clínicos em estudos relacionados ao diabetes, lúpus, perda óssea, doenças hepáticas, renais e cardiovasculares, com resultados favoráveis quanto ao efeito benéfico da semente”, explica a nutricionista Queila Turchetto.

A linhaça pode ser consumida de várias maneiras: inteira, moída ou em forma de óleo. Essa facilidade possibilita maior adesão do ingrediente no dia a dia. A seguir, veja 11 benefícios de incluir a linhaça na alimentação para a saúde e o emagrecimento!

1. Benéfica para a saúde cardiovascular

Pressão arterial elevada e aterosclerose são alguns dos fatores de risco mais prevalentes para doenças no coração, como ataque cardíaco e acidente vascular cerebral. Quando consumidas com frequência, os ácidos graxos (ômega 3) e as fibras presentes nas sementes de linhaça podem ter um impacto preventivo contra esses fatores de risco.

2. Componentes anti-inflamatórios

O ácido alfalinolênico de ácidos graxos ômega 3 (ALA) e as lignanas — os dois principais compostos encontrados nas sementes de linhaça — podem reduzir potencialmente a inflamação que leva a certas doenças como a doença de Parkinson e a asma.

Esses compostos bloqueiam a liberação de agentes pró-inflamatórios, os quais contribuem para doenças inflamatórias. “[A linhaça] auxilia na redução de processos inflamatórios e previne dislipidemias e doenças cardiovasculares”, acrescenta Adriana Cerchiari de Andrade, nutricionista.

3. Controle de diabete

Um estudo divulgado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) analisou os efeitos da suplementação com pó de semente de linhaça na gestão da diabetes . Durante a pesquisa, foi observado que pessoas com diabetes tipo 2 que receberam suplemento em pó de sementes de linhaça na quantidade de 10 a 20 gramas por dia durante 1 a 2 meses tiveram uma redução de 19,7% no açúcar no sangue em jejum.

4. Melhora a digestão

As sementes de linhaça contêm os dois tipos de fibras dietéticas — solúvel e insolúvel. Ambas podem ajudar a garantir a passagem fácil do bolo fecal pelo intestino, algo benéfico para pessoas que sofrem de constipação e síndrome do intestino irritável, por exemplo. No entanto, ao incluir sementes de linhaça na dieta, é necessário beber muito líquido ao longo do dia.

“[As fibras] favorecem o trânsito do intestino, já que eles exercem função importante na formação do bolo fecal e na manutenção da flora intestinal”, reforça a nutricionista Ronimara Santos.

Imagem Edicase Brasil
A semente de linhaça tem qualidade hidratante que aumenta a saúde da pele (Imagem: milatas | Shutterstock) Crédito:

5. Saúde da pele

As sementes de linhaça são ricas em ácidos graxos ômega 3, conhecidos por suas propriedades hidratantes. Consumi-la ou aplicar o óleo de linhaça na pele também pode prevenir a secura e a descamação. Além disso, podem até reparar cabelos danificados, prevenir a queda de cabelo, eczema e caspa.

6. Controle do apetite

Como dito anteriormente, as fibras da linhaça ajudam a regular os níveis de açúcar no sangue, evitando picos de açúcar que podem levar a desejos por comida. Isso ajuda a controlar o apetite e a reduzir os lanches entre as refeições, o que contribui com a manutenção da dieta adequada.

“As fibras proporcionam maior saciedade e fazem com que o esvaziamento gástrico seja feito em um maior tempo. Assim, a sensação de fome demora a surgir e, consequentemente, pode levar a uma menor ingestão alimentar”, afirma a nutricionista Roberta Stella.

7. Acelera o metabolismo

Os ácidos graxos ômega 3 presentes na linhaça podem ajudar a aumentar o metabolismo . Tal fator promove a queima de calorias e favorece a redução da gordura na região abdominal. “Além disso, o ômega 3 ajuda na regulação da pressão dos vasos sanguíneos, uma vez que aumenta a fluidez sanguínea, evitando, assim, o aumento da pressão arterial”, afirma a nutricionista Roseli Rossi.

8. Ganho de massa magra

A linhaça pode desempenhar um papel positivo no processo de construção de massa muscular. Isso se deve à presença de aminoácidos essenciais, os blocos de construção das proteínas, essenciais para a reparação e o crescimento muscular.

9. Alivia os sintomas da menopausa

Uma pesquisa divulgada na revista Holistic Nursing Practice, em 2015, revelou que a incorporação habitual de linhaça na dieta está associada à redução dos sintomas relacionados à menopausa e à melhoria da qualidade de vida das mulheres durante essa fase. Esse efeito é resultado da quantidade de componentes na linhaça conhecidos como fitoestrogênios, os quais possuem estruturas semelhantes às do estrogênio — hormônio afetado no período da menopausa.

10. Regula os níveis do colesterol

Um benefício adicional da linhaça é sua capacidade de ajudar a regular os níveis de colesterol no sangue. Os ácidos graxos ômega 3 presentes na linhaça têm sido ligados a uma melhoria nos níveis de lipídios, incluindo a redução do colesterol LDL (colesterol ruim) e a promoção do colesterol HDL (colesterol bom).

11. Previne a osteoporose

A semente de linhaça contém uma boa quantidade de fósforo, cálcio e magnésio, que são nutrientes essenciais para a formação, manutenção e saúde dos ossos. Além disso, o alimento aumenta o pH do organismo, evitando que o cálcio seja eliminado do corpo através da urina.