6 erros comuns de empreendedores iniciantes

6 erros comuns de empreendedores iniciantes

Veja também como evitar esses deslizes e, assim, promover o sucesso da sua empresa

  • Foto do(a) author(a) Portal Edicase
  • Portal Edicase

Publicado em 11 de junho de 2024 às 14:28

Imagem Edicase Brasil
Evitar os erros do primeiro empreendimento aumenta as chances de sucesso no mercado (Imagem: PeopleImages.com - Yuri A | Shutterstock) Crédito:

Iniciar um negócio é uma jornada emocionante e desafiadora que exige planejamento estratégico, resiliência e inovação. Contudo, é muito comum que alguns erros sejam cometidos durante o processo, o que pode comprometer o sucesso e o desenvolvimento da sua empresa. A seguir, veja quais são esses equívocos e como evitá-los:

1. Falta de planejamento adequado

Criar uma empresa sem um plano de negócio bem estruturado é um erro comum. Por isso, é importante formulá-lo. “Dados como referências dos empreendedores com suas experiências acadêmicas e profissionais, dados do empreendimento (indústria, comércio, serviços, foco em algum mercado específico), missão da empresa, tipo de formatação jurídica, enquadramento tributário, capital social, fontes de recursos, principais clientes e fornecedores, localização e perfil dos colaboradores são fundamentais na composição do plano”, lembra Jorge Bahia, do Grupo Bahia & Associados.

2. Subestimar os custos iniciais

Muitos empreendedores subestimam o capital necessário para iniciar e manter o negócio até que ele se torne lucrativo. Isso pode levar a problemas de fluxo de caixa e a necessidade de financiamento adicional em condições desfavoráveis. É crucial fazer uma estimativa realista dos custos iniciais e ter uma reserva financeira para imprevistos.

3. Desconhecimento do mercado

Ignorar a importância de uma pesquisa de mercado detalhada é um erro grave. Entender o público-alvo , suas necessidades e comportamentos, bem como as tendências do setor e a concorrência, é fundamental para posicionar a empresa corretamente e atrair clientes.

Imagem Edicase Brasil
Escolher parceiros que compartilham da mesma visão é essencial para o crescimento da empresa (Imagem: OPOLJA | Shutterstock) Crédito:

4. Escolha inadequada de parceiros e colaboradores

Selecionar os parceiros de negócios e colaboradores errados pode comprometer a execução e crescimento da empresa. É essencial escolher pessoas que compartilhem a mesma visão e valores e que tenham as habilidades e experiências necessárias para contribuir para o sucesso do empreendimento.

5. Falta de flexibilidade

Ser inflexível e não adaptar-se às mudanças do mercado e desejos dos clientes pode ser prejudicial. Empreendedores de sucesso estão dispostos a ajustar seus produtos, serviços e estratégias com base em novas informações e circunstâncias, mantendo a relevância e competitividade do negócio.

“Ao criar uma abordagem flexível, autêntica e alinhada com o que o público valoriza, as chances de sucesso nas vendas aumentam consideravelmente”, afirma Polly Mendis, empreendedora no segmento de moda atacadista.

6. Marketing ineficiente

Negligenciar o marketing ou não desenvolver uma estratégia eficaz pode resultar em baixa visibilidade e alcance do negócio. Investir em um marketing adequado para a sua empresa é crucial para atrair e reter clientes, especialmente em mercados competitivos.

“Eu sempre digo que não existem soluções prontas, o que existe é um conjunto que soma análise de dados, desenvolvimento de ideias, compreensão do ecossistema em que a empresa está inserida, entre outros [fatores]. Por meio dessas frentes, o caminho a percorrer fica mais claro dentro das estratégias de marketing”, complementa o CEO da IDK Media, Eduardo Augusto.