TRÂNSITO

Confira as avenidas com maior número de acidentes em Salvador

Será que você passa por uma delas?

  • Foto do(a) author(a) Da Redação
  • Da Redação

Publicado em 8 de maio de 2024 às 15:08

Avenida Paralela é campeã em acidentes Crédito: Arquivo CORREIO

É difícil encontrar alguém que nunca tenha visto ou ouvido falar de um acidente de trânsito na Avenida Luís Viana Filho (Paralela). A via é campeã em número de ocorrências desse tipo. Foram 90 casos, este ano, e 354 situações no ano passado inteiro. Já quando o tema é mortes no trânsito é a Avenida Afrânio Peixoto (Suburbana) quem lidera com dez vítimas fatais, em 2023. Este ano ainda não houve ocorrências. Os dados são da Transalvador.

A lista inclui também a Avenida Antônio Carlos Magalhães (ACM), a Avenida Octávio Mangabeira (Orla) e a Avenida Tancredo Neves. De forma geral, o número de vítimas e de mortes no trânsito aumentou em Salvador, na comparação entre 2023 e 2022. Foram 4.231 vítimas não fatais e 113 mortes, no ano passado, contra 3.452 e 111, respectivamente, em 2022.

Confira o ranking:

Ano de 2024 (parcial)

⦁ Avendida Luís Viana Filho (Paralela) - 90 vítimas não fatais e 1 morte;

⦁ Avenida Afrânio Peixoto (Suburbana) - 58 vítimas não fatais, sem mortes;

⦁ Avenida Antônio Carlos Magalhães (ACM) - 43 vítimas não fatais e 2 mortes;

⦁ Avenida Tancredo Neves - 32 vítimas não fatais, sem mortes;

⦁ Avenida Octávio Mangabeira (Orla) - 28 vítimas não fatais, sem mortes;

Ano de 2023

⦁ Avendida Luís Viana Filho (Paralela) - 354 vítimas não fatais e 5 mortes;

⦁ Avenida Antônio Carlos Magalhães (ACM) - 214 vítimas não fatais e 5 mortes;

⦁ Avenida Afrânio Peixoto (Suburbana) - 202 vítimas não fatais e 10 mortes;

⦁ Avenida Octávio Mangabeira (Orla) - 138 vítimas não fatais e 5 mortes;

⦁ Avenida Tancredo Neves - 119 vítimas não fatais e 3 mortes;

Ano de 2022

⦁ Avendida Luís Viana Filho (Paralela) - 251 vítimas não fatais e 11 mortes;

⦁ Avenida Antônio Carlos Magalhães (ACM) - 189 vítimas não fatais e 2 mortes;

⦁ Avenida Afrânio Peixoto (Suburbana) - 161 vítimas não fatais e 6 mortes;

⦁ Avenida Octávio Mangabeira (Orla) - 137 vítimas não fatais e 5 mortes;

⦁ Avenida Tancredo Neves - 81 vítimas não fatais e 4 mortes;