Irmãs separadas em erupção vulcânia se reencontram 30 anos depois

Elas acreditavam que todos da família estavam mortos

Publicado em 26 de fevereiro de 2016 às 19:41

- Atualizado há 10 meses

Duas irmãs se reencontraram após passarem mais de 30 anos  separadas depois de uma erupção vulcânica na Colômbia. De acordo com a 'BBC', Lorena e Jaqueline acreditavam que todos da família estavam mortos.(Foto: Reprodução)A erupção aconteceu na dicade de Armero e deixou mais de 20 mil pessoas mortas nos em novembro 1985. As duas irmãs, que na época tinham três e nove anos, respectivamente, foram adotadas por famílias diferentes e não sabiam o que havia acontecido com a outra. Após ver um vídeo em que Lorena fazia apelo pedindo pela localização de parentes, Jaqueline decidiu procurar a irmã. Ela entrou em contato com uma fundação que realizou um teste de DNA, revelando que as duas eram mesmo irmãs.