Coronavírus: Hospital Espanhol contrata profissionais de saúde e administração

saúde
28.03.2020, 19:00:07
Atualizado: 28.03.2020, 19:28:32

Coronavírus: Hospital Espanhol contrata profissionais de saúde e administração

Responsável por gestão, INTS está recrutando profissionais de nível médio e superior

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A unidade de saúde funcionará como centro de atendimento para os infectados com a Covid-19 (Foto: Divulgação)

Uma boa notícia para quem é profissional de saúde ou de administração e estava desaminado pelos adiamentos dos concursos públicos: o Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde (INTS) abriu processo seletivo para esses profissionais para que eles atuem no Hospital Espanhol, em Salvador.

Por conta de um contrato de emergência com o Governo do Estado, o INTS ficará responsável pela gestão, operacionalização e execução das ações e serviços na unidade médica. A ocupação temporária do local foi solicitada pela Procuradoria Geral do Estado (PGE) e autorizada pela justiça federal na última terça-feira (17), para uso da unidade como hospital de campanha durante o período de crise na saúde pública causada pela pandemia do novo coronavírus. 

As vagas são para contratação imediata e para formação de um banco de dados e estarão voltados para cargos com nível de escolaridade médio ou superior, em cargos como auxiliar administrativo, motorista, maqueiro, enfermeiro assistencial, farmacêutico, fisioterapeuta, assistente social, entre outros e outros. 

O processo de inscrição se dá por meio de envio da ficha de inscrição e documentos comprobatórios referentes aos requisitos dos cargos. A ficha pode ser obtiva no site do INTS, que pode ser acessado aqui.

Fechado desde setembro de 2014, em virtude de uma grave crise financeira, o Espanhol se transformou num centro de atendimento para pacientes com o novo Corona Vírus desde o último dia 18, quando o governador Rui Costa constatou a viabilidade do espaço que fornecerá  80 leitos de UTI e 80 apartamentos, totalizando 160 leitos, além de salas de cirurgia, emergência e refeitório.

Para voltar a funcionar como unidade hospitalar, a unidade passou por deditazação e está em fase de reparos.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas