Do planejamento ao test drive: tudo que você precisa saber antes de comprar um carro

bahia
17.10.2020, 06:01:00
O fator emocional deve ser contido na hora da compra. O ideal é planejar e ter paciência para definir o modelo, as formas de pagamento e os custos do veículo escolhido (Foto: Nissan)

Do planejamento ao test drive: tudo que você precisa saber antes de comprar um carro

Quer comprar um carro? Veja dicas para fazer um negócio racional

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A compra de um carro novo sempre envolve emoção, é um momento aguardado. Às vezes por anos. Por isso, é bom fazer uma análise racional antes de consolidar a negociação, afinal, o automóvel zero-quilômetro mais barato do mercado custa mais de R$ 37 mil.

Antes de comprar, leve em consideração que todo veículo terá um custo de propriedade, que inclui seguro, emplacamento, revisão, combustível, estacionamento e às vezes até garagem. É prudente ter uma reserva que contemple o custo da franquia do seguro caso ocorro algum acidente.

Escolher o tipo do veículo é o primeiro passo. Geralmente, os últimos lançamentos seduzem. Além do fator novidade, estão nas campanhas com mais frequência. Por isso, é bom observar tudo. Às vezes um modelo que está próximo de uma mudança pode ser uma saída interessante. Mas nesse caso o ideal é ver se ele tem um motor econômico para não ganhar em um aspecto e perder em outro. 

Não abra mão dos equipamentos de segurança como controle de estabilidade e airbags, quanto mais, melhor. Se você tem crianças ou pretende ter filhos, procure entender como são as fixações para cadeirinhas e verifique o tamanho do porta-malas. 

Depois que fizer escolhas teóricas é o momento da prática. Pela internet, jornais e revistas, o consumidor pode se informar, simular o pagamento, checar os custos de manutenção e fazer diversas pesquisas, mas é preciso experimentar. Detalhes de acabamento, espaço e dirigibilidade só serão conhecidos em um encontro real. Consulte as opções de segurança sanitária para ir até uma concessionária ou veja se a loja envia o veículo higienizado até sua casa. 

Cores exóticas podem ser difíceis para revender, mas se ela te conquistou satisfaça seu desejo
Cores exóticas podem ser difíceis para revender, mas se ela te conquistou satisfaça seu desejo (Foto: Antônio Meira Jr./CORREIO)
Fazer o test drive é fundamental para definir a escolha. Se necessário, faça mais de uma vez
Fazer o test drive é fundamental para definir a escolha. Se necessário, faça mais de uma vez (Foto: Acervo pessoal)
O ideal é fechar a compra na segunda quinzena pois as concessionárias trabalham com metas mensais. Nesse período é mais fácil barganhar
O ideal é fechar a compra na segunda quinzena pois as concessionárias trabalham com metas mensais. Nesse período é mais fácil barganhar (Foto: Ford)

A sensação a bordo é diferente para cada pessoa. Um amigo ou parente pode ter te recomendado um carro ótimo. No entanto, muitas vezes alturas e pesos diferentes fazem diferença. Por isso, é bom experimentar e entender se aquele produto te acomoda, se mais de uma pessoa for utilizá-lo, verifique se há regulagens altura e profundidade da coluna de direção e do banco do motorista. 

Experimentação
Na hora do test drive passe por caminhos que costuma percorrer e se sua garagem for complicada de estacionar, explique ao consultor de vendas que precisa ir com o carro até lá para checar. É nesse momento que você vai ver também se aquele amplo porta-malas tem um acesso fácil.

Depois de definir o veículo entenda como vai pagar. Mesmo que você tenha um dinheiro na conta para liquidar o pagamento à vista, pondere. Lembre-se dos outros custos que vai ter. Entenda se há uma aplicação que renda mais que a taxa de juros e saiba que a liquidez do veículo pode não ser tão boa, além da desvalorização que ele tem assim que sai da loja.

Quando resolver o modelo e a forma de pagamento não seja seduzido na concessionária. Muitas vezes, o vendedor irá oferecer uma versão mais cara, itens opcionais e acessórios. Eles possuem uma meta para isso. Faça as contas e não tenha pressa para responder.

O mesmo vale para a cor. Tenha em mente quanto tempo você irá ficar com aquele veículo. Alguns tons ficam em linha apenas no momento do lançamento. Outros são exóticos. Imagine se você irá se cansar de olhar por três anos para um carro verde abacate. Mas isso também vale para o contrário. Com tantas cores disponíveis, vale ir para o "branco da moda" ou o "prata fácil de vender"? 

Melhor hora
Sugiro que a ida à concessionária seja na segunda quinzena. As revendedoras trabalham com metas, a partir da metade do mês elas começam a observar com mais atenção o que há no estoque e quantas unidades ainda precisam ser vendidas. Isso irá facilitar uma barganha por parte do cliente.

Outro detalhe: o emplacamento é uma divisão proporcional. Ou seja, se você comprar um carro neste mês irá pagar apenas o equivalente a três meses. Por isso, o emplacamento grátis é uma oferta mais frequente com o passar dos meses.

Antes de comprar você pode ler essas reportagens: custo de manutenção, preços de seguro e como economizar combustível. Fique também atento aos descontos para o público com deficiência (PCD), produtores rurais e empresas (CNPJ). Neste caso é necessário ir no setor de vendas diretas da concessionárias.

Comprou o carro? Na hora de receber, vá com tempo. É importante que um funcionário treinado faça a entrega técnica. Geralmente, eles são treinados pela fábrica para mostrar todas as funções do veículo e tirar todas as dúvidas. Esse processo pode durar de 40 a 90 minutos, a depender do modelo.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas