Filho de Tite curtiu posts machistas, transfóbicos e de violência contra mulher

esportes
29.10.2021, 20:23:00
Matheus Bachi, filho de Tite e auxiliar da seleção (Lucas Figueiredo/CBF)

Filho de Tite curtiu posts machistas, transfóbicos e de violência contra mulher

Auxiliar da Seleção, Matheus Bachi apoiou páginas com conteúdos contra movimentos feministas e LGBTQIAP+

As curtidas polêmicas de Matheus Bachi nas redes sociais não pararam na postagem de teor homofóbico feita pelo jogador de vôlei Maurício Souza. Filho de Tite e auxiliar da Seleção Brasileira, ele acumula 'likes' em mensagens com teor machista, antifeminista e transfóbico, além de publicações com ironias à imprensa e à violência contra a mulher.

Uma das postagens curtidas por Matheus Bachi traz a legenda "ela recorreu e tomou pau de novo" em uma notícia sobre a absolvição do homem acusado de estuprar a influencer Mariana Ferrer, em Santa Catarina.

Curtida de Matheus Bachi em rede social
(Foto: Reprodução)

Outra publicação mostra a capa da série "The Handmaid´s Tale" com a chamada "Homens têm medo de que as mulheres riam deles, mulheres têm medo de que os homens a matem". A legenda abaixo do post diz: "Só li verdades".

Curtida de Matheus Bachi em rede social
(Foto: Reprodução)

Há ainda likes em comparação das pessoas trans aos Transformers, em uma imagem em que aparecem três banheiros: um para homens, outro para mulheres e um terceiro para os Transformers. Outras postagens pregam o fechamento do Supremo Tribunal Federal.

Curtida de Matheus Bachi em rede social
(Foto: Reprodução)

As curtidas foram descobertas pela CBF nesta semana. O comportamento do auxiliar da Seleção chamou a atenção após ele curtir postagens com falas homofóbicas de Maurício Souza e passar a seguir o perfil do jogador de vôlei.

O próprio Tite se posicionou em entrevista coletiva nesta sexta-feira (29), após anunciar os convocados para os próximos jogos do Brasil.

 "Colocaste e não trouxeste para mim na medida que sou pai do Matheus. Todo preconceito... E me foi perguntado em termos raciais um tempo atrás em relação os técnicos negros. Todo preconceito não deve existir, estamos num processo de igualdade na sociedade, seja de cor, raça ou sexo. Quem pode olhar na sequência aquilo que foi manifestado pela entidade pode ter complemento em cima da pergunta", comentou.

Curtida de Matheus Bachi em rede social
(Foto: Reprodução)

Curtida de Matheus Bachi em rede social
(Foto: Reprodução)

Curtida de Matheus Bachi em rede social
(Foto: Reprodução)

Curtida de Matheus Bachi em rede social
(Foto: Reprodução)

Curtida de Matheus Bachi em rede social
(Foto: Reprodução)


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas