Filme  mostra rotina no Mosteiro de São Bento 

entretenimento
31.08.2021, 10:00:00
O documentário Memórias do Clautro tem direção de Mateus Damasceno (divulgação)

Filme  mostra rotina no Mosteiro de São Bento 

Com direção de Matheus Damasceno, o documentário Memórias do Claustro tem lançamento online nesta terça (31), no Facebook  

Localizado no burburinho do centro da cidade, o Mosteiro de São Bento da Bahia guarda mais de quatro séculos de tradição. E um pouco do que acontece dentro da abadia é mostrado  no documentário Memórias do Claustro, que retrata a rotina dos monges na primeira abadia beneditina construída fora da Europa. O curta tem lançamento online nesta terça (31), às 20h, no Facebook da Caranguejeira Filmes e ficará disponível, gratuitamente, até o dia 7.

Dirigido pelo cineasta Mateus Damasceno, o filme observa o contraste de um mundo cada vez mais agitado e ruidoso com a experiência de contemplação, de trabalho e orações, repetidas intensamente num modo de vida em que impera o silêncio. Desde 1582, ano de fundação do mosteiro, essa foi a primeira vez em que se permitiu filmar a rotina dos monges desde as Laudes às Completas, rituais que abrem e fecham a jornada beneditina.

Dormir e acordar no mosteiro foi um dos desafios do diretor, que só teve a liberação para a imersão 1 ano e 3 meses após a solicitação. Foram 8 dias de convivência e mais de 35 horas de registro, que resultaram no curta de 26 minutos, que mostra, por exemplo, a cerimônia de Vestes, quando dois noviços sagram-se monges, e sessões de ensaio do canto gregoriano.

“A intenção é compartilhar a sensação de se estar no mundo e perceber a pura beleza das mais antigas e reservadas tradições da casa mãe da Ordem de São Bento no Brasil”, diz Matheus, que não realizou entrevistas. A produção tem apoio financeiro da Secretaria de Cultura do Estado via Lei Aldir Blanc. 
 

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas