Finalista do Mestre do Sabor já sonha em participar de novo reality da Globo

comida
31.07.2021, 08:00:00
Menu do box que o chef prepara e entrega na casa do cliente (Junior Góis/Divulgação )

Finalista do Mestre do Sabor já sonha em participar de novo reality da Globo

Cadu Moura segue no grupo Origem enquanto cria menus personalizados para sua clientela

Talento, técnica, criatividade e irreverência. Foi com estas quatro armas que o pernambucano radicado na Bahia, Cadu Moura entrou na luta para enfrentar um batalhão de adversários, tão bem armados quanto ele, na disputa pelo título de Mestre do Sabor e um prêmio em dinheiro no valor de R$ 250 mil. 

(Fabio Rocha/TV Globo)
Cadu Moura chegou até a final do Mestre do Sabor

O bravo guerreiro chegou até o último round, mas acabou deixando no front, lá mesmo no Rio de Janeiro, onde o reality show global foi gravado, as duas cobiçadas recompensas. Perdeu a batalha, mas não a guerra. 

O chef, que formou em gastronomia pela Universidade Federal da Bahia e que iniciou a carreira na estrelada cozinha do D.O.M., do chef paulista Alex Atala, cravou no currículo elogios rasgados de colegas e do júri do programa de TV. 

(Júnior Góis/Divulgação)  
Cavaquinha noisette com caldo Bem Bahia, eleito melhor prato pelos jurados

“Foi a melhor experiência da minha vida. Nunca fui tão bem cuidado e acolhido”, diz o ex-integrante que se divide entre duas paixões: a gastronomia e a televisão. 

Ao contrário de depor as armas, o chef quer incorporar mais uma, o carisma, ao arsenal que planeja montar para o próximo desafio. “Não desisti da tevê, quero participar do Big Brother Brasil 22”, diz o chef que já mandou até mensagem para o big boss do programa, o poderoso Boninho.

(Júnior Góis/Divulgação)
Arroz de bobó de camarão: criação de Cadu Moura

Enquanto o novo sonho não se realiza, o artista (sim, ele é um artista) segue tocando a cozinha do recém-inaugurado Omí, do chef Fabrício Lemos, seu padrinho profissional.

"Além de considerá-lo um filho, Cadu Moura é também o nosso coringa, onde precisamos ele vai com seu talento e coloca a mão na massa " - Fabrício Lemos, chef do Grupo Origem 

Foi com Lemos que Cadu ganhou espaço na cena gastronômica local. Primeiro como auxiliar de cozinha do Origem, depois como subchef das outras casas do baiano que o considera não apenas um discípulo, mas o coringa de sua equipe. “Onde precisa de reforço, Cadu está lá”, diz.

(Júnior Góis/Divulgação)
Ravioli de carne de panela com creme de porcini e fumeiro crocante


Apesar da pouca idade, Cadu Moura tem um currículo de veterano que inclui passagens pelos restaurantes de Onildo Rocha (Casa Roccia), na Paraíba, e de Edinho Engel (Amado), em Salvador, estando a frente dos respectivos bufês

De volta à rotina, o chef se divide entre a parceria com o grupo Origem e o seu serviço de menu a domicílio onde cria, produz e faz ele mesmo a entrega na casa do cliente em caixas sofisticadas.

(Júnior Góis/Divulgação)
Arroz de costela com picles de maxixe, banana e ovo frito

Sobre o prêmio que não conseguiu conquistar, o chef não lamenta. “A gente fica triste, mas me sinto feliz porque consegui ser eu mesmo, apresentar a cozinha simples que defendo e ser respeitado nacionalmente. Com isso, só posso me considerar um vitorioso”.  

(Júnior Góis/Divulgação)
Pudim de paçoca com pipoca caramelada

E é. Vitorioso e generoso! É dele a receita simples, mas sofisticada, da carne de sol que ele disponibiliza para os leitores do Correio. Agora é abaixar as armas e ir para a cozinha preparar essa delícia com cara de Nordeste. 

Receita

(Júnior Góis/Divulgação)
Aprenda a fazer a Tagliata de Carne do Sol de Cadu Moura

Tagliata de sol por Cadu Moura 

Ingredientes: 200g de filé de carne do sol/ 100g de tomate uva / 100g Agrião / 50g castanha de caju / 40g manteiga / 1/2 cebola roxa / azeite/ queijo coalho 

Preparo: Grelhe a peça de filé, deixe ao ponto mal, e coloque para descansar. Corte fatias e reserve. Corte os tomates ao meio, tempere com sal e azeite e leve ao forno 140° até dourar e reserve. Fatie o queijo coalho em cubos, doure de todos os lados e reserve. Pique a cebola roxa em fatias e reserve na água com gelo. Antes de servir tira da água.  Doure as castanhas de caju na manteiga e depois corte grosseiramente. Em um prato tempere as folhas com azeite, acrescente dos demais ingredientes e sirva.

Contato: @chefcadumoura

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas