Governo aprova proposta para retorno de torcida aos estádios

esportes
22.09.2020, 15:01:00
Atualizado: 22.09.2020, 15:05:58
Jogos de futebol vêm sendo realizados sem a presença dos torcedores (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Governo aprova proposta para retorno de torcida aos estádios

Estudo da CBF prevê a lotação máxima de 30% em jogos da Série A

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) ganhou a aprovação do Ministério da Saúde para que as equipes da Série A do Campeonato Brasileiro voltem a receber torcedores nos estádios. Aspropostas de plano sanitário e de protocolo enviadas ao órgão federal ganharam o aval . O objetivo éliberar a presença de até 30% da capacidade de público em outubro, mas ainda sem data definida.

Para prosseguir com o plano, porém, será necessário receber a permissão das autoridades sanitárias de Estados e Prefeituras. A informação foi revelada pelo jornal O Globo e confirmada pelo Estadão.

Nas últimas semanas a CBF havia elaborado um rascunho da proposta com informações preliminares. O conteúdo trazia principalmente a limitação para somente a torcida mandante frequentar os estádios e não contemplar as Séries B, C e D do Nacional. O plano da entidade é nas próximas semanas aprofundar a discussão com oa clubes para se ter um protocolo mais rígido de conduta e de cuidados com o distanciamento social.

Alguns clubes incentivam o retorno da torcida principalmente para amenizar problemas com bilheteria. Como os jogos têm sido realizados com portões fechados desde o início da competição, as equipes têm acumulado prejuízos com os custos operacionais das partidas.

A CBF avalia uma forma de em todos os Estados ser possível ao mesmo tempo retomar a presença de torcida, para não gerar o desequilíbrio
competitivo de um time ter público em casa e o outro, não.

Os últimos jogos com a presença de público no Brasil foram em março, ainda antes da paralisação pela pandemia do novo coronavírus, Os campeonatos nacionais recomeçaram em agosto, sem público. Como o Estadão revelou no último mês, a postura no Brasil era de cautela quanto à definição de prazo para liberar a torcida, porém nos bastidores sempre houve uma pressão de alguns clubes para se
ter o assunto em pauta.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas