Inglês suspeito no caso dos velejadores baianos é preso na Itália

mundo
03.08.2018, 18:03:03
(Foto: Reprodução)

Inglês suspeito no caso dos velejadores baianos é preso na Itália

Ele seria um dos donos da droga que foi encontrada na embarcação

Um inglês apontado como um dos donos da droga encontrada no casco de uma embarcação pilotada por velejadores baianos em Cabo Verde foi preso nesta sexta-feira (3) na Itália. O suspeito estava com o nome no alerta de difusão vermelha da Interpol. 

As investigações mostram que o inglês era o responsável pela logística de transporte da droga e já foi indiciado por tráfico internacional de drogas pela Polícia Federal. A PF solicitou a prisão dele à Justiça Federal e promoveu a difusão do mandado de busca através da Interpol, o que o tornou internacionalmente procurado. Em junho, outro inglês suspeito de envolvimento no caos foi preso na Espanha.

Houve manifestação das autoridades brasileiras pela extradição dos presos para que, com essa medida, seja possível esclarecer pontos da investigação, que deve prosseguir com o intuito de elucidar outros fatos relacionados ao crime e possível identificação de coautores. 

Em um processo controverso, a Justiça de Cabo Verde condenou três velejadores brasileiros, dois deles baianos -  Daniel Dantas, Rodrigo Dantas e Daniel Guerra - a dez anos de prisão por tráfico de drogas. Durante o julgamento, as autoridades africanas não consideraram a avaliação da Polícia Federal brasileira, que indica fragilidades na acusação contra os rapazes. Os baianos afirmam que foram contratados para levar a embarcação até o Cabo Verde e não sabiam que ela tinha drogas escondidas no casco.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas