Lutando contra a degola, Vasco demite técnico Sá Pinto

esportes
29.12.2020, 18:18:00
Atualizado: 29.12.2020, 18:22:55
Sá Pinto foi demitido após a derrota para o Athletico-PR (Foto: Staff Images/CONMEBOL)

Lutando contra a degola, Vasco demite técnico Sá Pinto

Português deixou o comando com apenas três vitórias em 15 jogos

O Vasco definiu nesta terça-feira (29) a demissão do técnico português Ricardo Sá Pinto. Após 15 partidas no comando, apenas três vitórias conquistadas e somente dois meses de trabalho, o treinador teve a saída confirmada depois da derrota de domingo por 3 a 0 para o Athletico-PR, em Curitiba, pelo Campeonato Brasileiro. A equipe carioca está na zona de rebaixamento, com o 17.º lugar e apenas 28 pontos conquistados.

Na segunda-feira, o presidente do Vasco, Alexandre Campello, e o futuro mandatário do clube, Jorge Salgado, tiveram uma reunião para analisar a troca de comando. Após definirem a saída do português, os dirigentes já começam a procurar um substituto e o mais cotado é Zé Ricardo. O treinador já teve passagem pelo clube entre 2017 e 2018 e está sem time desde o final do ano passado, quando deixou o Internacional.

"Tomei a decisão de fazer a mudança na comissão técnica a partir também de um entendimento com o vice de futebol e com o novo presidente, já que só estarei no cargo por mais aproximadamente 20 dias. Um novo treinador será anunciado em breve", disse Campello, em declarações divulgadas pelo Vasco.

Sá Pinto chegou ao Vasco em outubro para substituir Ramón Menezes. O time na época estava na 13.ª posição da tabela de classificação. Nos últimos dois meses a equipe carioca perdeu sete jogos, empatou cinco e ganhou apenas três.

Sob o comando do português, o Vasco passou pelo Caracas, da Venezuela, na Copa Sul-Americana, mas caiu na fase seguinte diante do Defensa y Justicia, da Argentina. No Brasileirão, foram três derrotas nas últimas cinco rodadas.

Junto com o treinador português deixam o clube mais outros três compatriotas que faziam parte da comissão técnica. O auxiliar Rui Mota, o preparador físico Miguel Moreira e o analista Igor Dias também se despedem do Vasco, assim como o diretor de futebol André Mazzuco.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas