Pequena confeitaria no Rio Vermelho oferece grandezas em forma de doces e salgados

comida
19.03.2022, 11:00:00
Quiche de alho poró (Divulgação)

Pequena confeitaria no Rio Vermelho oferece grandezas em forma de doces e salgados

Chef patissier Victor Faustino investe em produtos autorais e clássicos da doçaria brasileira na unidade da Rua Macaúbas

O tamanho da área que abriga a Confeitaria Faustino, na Rua Macaúbas, no Rio Vermelho, é inversamente proporcional à grandeza do talento do seu criador, o chef patissier Victor Faustino, um jovem grapiúna de apenas 26 anos que se apaixonou pela cozinha de confeiteiro ainda menino lá em Itabuna, no sul da Bahia. 

(Divulgação)
Red Velvet

Desde que abriu as portas da sua doceria, ainda no auge da pandemia, a pequena casa vem atraindo moradores do bairro que logo cairam de amores por suas doçuras. Bonito de ver o público, do bairro e de outros cantos da cidade, entrando e saindo do lugar ou disputando uma das poucas mesas instaladas na calçada sob a sombra das árvores. 

O cardápio físico ainda não existe, mas todas as delicadezas preparadas por ele na pequena cozinha que fica separada da área comercial por uma janela de vidro estão expostas no balcão envidraçado de atendimento. Dá pra comer lá ou levar pra casa. 

(Divulgação)
Torta sequilho com brigadeiro e flor de sal 

E são muitas e variadas doçuras. Os clássicos estão lá quase que diariamente. Já as invencionices do dia variam de acordo com sua vontade. Red Velvet, croissants recheados, bolos gelados (ou in natura), tartaletes, folhados, brigadeiros e outras delicadezas que só de ver já dá água na boca. Difícil não se derreter pela torta de goiabada com queijo ou pelo cookie de brigadeiro que é salpicado com grãos de flor de sal que equilibram o sabor do biscoito. 

(Divulgação)
Bolo Oreo

Um dos clássicos da casa é a Torta Dark, feita com chocolate meio amargo, mas não deixe de experimentar a banana real com massa folhada recheada com doce de leite que é, com perdão do trocadilho, um deleite! Outro diferencial da casa é a presença constante do chef por lá, o que faz grande diferença quando se trata da garantia da qualidade dos produtos, bem como o atendimento personalizado, direto da fonte.  Se você, assim como eu, é mais dos salgados do que dos doces, sugiro sentar numas das mesas da calçada e pedir um suco ou um café para acompanhar uma das quiches preparadas por ele e que já se tornou um dos carros-chefes da casa. 

(Divulgação)
Torta Dark com chocolate meio amargo

Além do serviço no balcão, o chef também aceita encomendas. Seja para festas ou para consumir em casa com a família. Vale ressaltar que foi assim, recebendo uma encomenda daqui outra de acolá, que Faustino começou a trabalhar como doceiro antes mesmo de mudar para Salvador para cursar a faculdade de gastronomia.  E é assim, devagarinho, que Victor Faustino quer construir a sua história. Se depender de talento e da sua paixão pela confeitaria, podem anotar esse nome, porque o garoto vai longe. 

Serviço:
Confeitaria Faustino 
@confeitariafaustino
Rua Macaúbas, 96, Rio Vermelho
Tel. 71 99138 1720
De terça a domingo, das 11h às 19h

 

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas