Quem é o cantor R. Kelly, condenado por tráfico sexual

entretenimento
27.09.2021, 20:32:47
Atualizado: 27.09.2021, 20:43:31
O cantor R.Kelly fez sucesso no Brasil com a música I Believe I Can Fly (divulgação)

Quem é o cantor R. Kelly, condenado por tráfico sexual

Seu maior sucesso no Brasil foi I Believe I Can Fly; ele vendeu mais de 70 milhões de discos

O cantor R. Kelly foi considerado culpado pelo crime de tráfico sexual de mulheres e de menores de idade em um julgamento em um tribunal federal de Nova York, nos Estados Unidos nesta segunda-feira (27).

A condenação é uma vitória do movimento contra o assédio sexual na indústria do entretenimento e confirma o declínio da carreira e da imagem pública de um dos artistas que dominaram as paradas dos EUA nas últimas décadas.

O cantor, compositor e produtor era uma figura poderosa no meio musical até a década passada. Nos últimos anos, sua presença musical estava em baixa e ele vinha enfrentando várias acusações de crimes sexuais.

Quem é R. Kelly?
A música mais conhecida de R. Kelly no Brasil foi "I believe I can fly", composta, produzida e interpretada por ele, lançada em 1996 na trilha do filme "Space Jam". Ele ganhou três Grammys pela faixa. Mas ele teve diversos outros hits e vendeu mais de 70 milhões de álbuns. R. Kelly é um dos músicos que renovou o R&B nos anos 90.

Ele teve sucesso não só na sua carreira solo mas também como produtor e compositor de outros artistas com Janet Jackson, Toni Braxton e Britney Spears. R. Kelly foi indicado ao Grammy em 1996 pela composição de You Are Not Alone, gravada por Michael Jackson.

I Believe I Can Fly foi sua música de maior sucesso, mas acabou não chegando topo da Billboard por que saiu na mesma época de Un-break my Heart, de Tony Braxton. Mas ele teve duas músicas no número 1: Bump n' Grind, em 1994, e I'm Your Angel (com Celine Dion), em 1998.

Ele teve seis álbuns no topo das paradas entre 1995 e 2007. O disco mais recente dele foi 12 Nights of Christmas de 2016. Ele já enfrentava as acusações de abuso sexual. O álbum chegou apenas ao 177º lugar da Billboard.

Como foi a condenação por tráfico sexual?
Procuradores federais acusavam o cantor de comandar um séquito de empresários, seguranças e outros que recrutavam mulheres e meninas para ele fazer sexo e abusar, além de produzir pornografia, inclusive infantil.

Entre as acusações pela qual foi condenado, estavam a de que Kelly subornou um funcionário do governo que deu a permissão para que ele se casasse com a cantora Aaliyah (1979-2001) em 1994, quando ela tinha apenas 15 anos.

Ao longo das cerca de seis semanas de julgamento, promotores descreveram com detalhes uma organização de tortura e abuso, com provas dos últimos anos e de casos de até 1991.

A acusação chamou quase 50 pessoas, que testemunharam que a faceta pública do cantor escondia um predador calculista e controlador. Entre as testemunhas estavam nove mulheres e dois homens que acusaram Kelly de abuso ou outro tipo de má conduta e oito funcionários do cantor.

Já a defesa se concentrou em pequenas mudanças de relatos entre as testemunhas, tentando convencer os jurados de que todas as atividades sexuais entre ele e as vítimas tinham sido consensuais.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas