STJD estuda punir Atlético-PR por mensagem considerada política

esportes
08.10.2018, 20:50:16

STJD estuda punir Atlético-PR por mensagem considerada política

Clube paranaense entrou com camisa com mensagem 'Vamos todos juntos por amor ao Brasil'

Um fato chamou a atenção antes da bola rolar na partida entre Atlético-PR e América-MG, no sábado (6), na Arena da Baixada, em Curitiba. Os jogadores do Furacão, menos o zagueiro Paulo André, entraram com uma camisa amarela com a mensagem 'Vamos todos juntos por amor ao Brasil'. 

A frase vem sendo usada por eleitores do candidato a presidência Jair Bolsonaro (PSL) e, para o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), tratou-se de uma mensagem política do clube, o que é proibido pela Fifa. O órgão analisará se punirá ou não o clube paranaense. O Atlético-PR poderia ser multado ou até excluído do Campeonato Brasileiro, mas este último caso é afastado pelo procurador do STJD, Fellipe Bevilacqua.

“A pena máxima seria exclusão do torneio, mas neste caso seria medida muito extrema, que não caberia. Não estava escrito o nome do candidato, mas a mensagem política foi clara. Não adianta alegar que não", disse ao jornal Folha de S. Paulo. 

As mensagens nas camisas foram relatadas pelo árbitro Raphael Claus na súmula da partida. Segundo a Folha, o STJD deve consultar a Fifa sobre o caso e se manifestar antes dos 30 dias de praxe para esse tipo de caso. O Atlético-PR não irá se pronunciar sobre o caso. O presidente do conselho deliberativo do clube, Mário Sérgio Petraglia, que geralmente reponde pelo clube declarou voto em Bolsonaro em suas redes sociais, ao responder a um seguidor. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas