Homem é morto a facadas dentro de casa no Subúrbio Ferroviário

salvador
25.02.2015, 11:23:00
Atualizado: 25.02.2015, 11:25:34

Homem é morto a facadas dentro de casa no Subúrbio Ferroviário

Ele foi encontrado morto após ser esfaqueada na cabeça, pescoço e tórax. GGB diz que vítima era transexual, polícia não confirma

Um homem de 33 anos foi assassinado dentro da sua própria casa no bairro de Santa Luzia do Lobato, no Subúrbio Ferroviário de Salvador. O crime aconteceu na noite da terça-feira (24), na rua Voluntários da Pátria. De acordo com a Central de Polícia, a vítima, identificada como Itamar Sena Passos, foi encontrada morta após ser atingida por golpes de faca na cabeça, pescoço e tórax.

O caso está sendo investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), mas não há mais informações sobre a autoria e motivação do caso. Segundo o Grupo Gay da Bahia (GGB), a vítima era uma transexual conhecida pelo nome de Keity. Esta informação, no entanto, ainda não foi confirmada pela polícia.

Ainda conforme o GGB, o corpo de Keity foi encontrado em cima da cama, com cerca de 10 perfurações realizadas por uma arma branca do tipo faca.  Testemunhas teriam dito que o crime foi cometido por um homem que mantinha um relacionamento com a vítima. O presidente do GGB, Marcelo Cerqueira, entrou em contato com a polícia e pediu rapidez na resolução do crime. 

No último dia 20 de fevereiro, uma travesti foi encontrada morta na avenida Heitor Dias, em Salvador. Ela foi atingida por três disparos de arma de fogo na perna e cabeça, e não teve a identidade divulgada pela polícia. O DHPP também investiga o caso, mas ainda não há pistas sobre o autor do crime. 

"Muitas trans são mortas nesse ambiente de pista, por falta de oportunidade de um trabalho socialmente aceito”, disse o fundador do GGB, o professor Luiz Mott.