Singularidade traz inovação para a empresa

empreendedorismo
17.05.2017, 07:56:00
Atualizado: 17.05.2017, 07:58:37

Singularidade traz inovação para a empresa

"Diversidade é você chamar para o baile. Inclusão é chamar para dançar", diz executiva de vendas da Microsoft, Lisiane Lemos, no CORREIO Encontros, que realizou oficinas nesta terça-feira (16)

Mulher, negra, feminista, advogada, gaúcha de Pelotas, funcionária da Microsoft, fundadora da Rede de Profissionais Negros, uma das líderes do grupo Mulheres do Brasil, já morou em Moçambique e  é uma das jovens com menos de 30 anos mais influentes do país, segundo a  revista Forbes. Todas essas são palavras que descrevem Lisiane Lemos e que, mais do que isso, também influenciam o trabalho dela. 

Advogada Lisiane Lemos (Foto: Marina Silva/CORREIO)

“Nossa tendência no mundo corporativo é colocar todo mundo numa caixinha. Mas eu não venho em uma caixinha, nem vocês. Vim de um bairro diferente, de uma família diferente e todas essas questões me transformam numa pessoa diversa e trazem inovações para a empresa”, afirmou ela, em sua palestra no CORREIO Encontros, na manhã de ontem. 

Para Lisiane, é importante que a diversidade nas empresas seja analisada a partir dessas bagagens. Ela, que viveu em Moçambique, não vai pensar como um colega de trabalho que fez intercâmbio nos Estados Unidos, por exemplo. “Diversidade é a singularidade que a gente traz. E são essas coisas que a gente tem que ter coragem de trazer para o ambiente corporativo. Se só tivermos homens brancos de 50 anos, como vão pensar economia de uma forma diferente? É preciso incluir (as minorias) e fazer com que elas sejam parte do grupo”, reforçou. 

Lisiane trouxe, ainda, o exemplo da Microsoft, onde trabalha e que vem aumentando a diversidade nos últimos anos. Lá, a inclusão agora faz parte do modelo de negócio, especialmente por se tratar de uma empresa de capital intelectual. “A gente pensou diversidade de uma forma diferente e isso vem muito puxado da nossa liderança e de empoderar as nossas pessoas”. O perfil inclusivo de uma empresa também é o que poderá reter esses talentos no quadro de funcionários da companhia.

Diversidade possibilita descoberta de talentos individuais

Para além de ser apenas uma forma politicamente correta de gerenciar o ambiente de trabalho, o cônsul geral dos EUA no Brasil, James Story, disse que trabalhar a diversidade e inclusão nos negócios é uma excelente oportunidade para empresas descobrirem talentos individuais e se beneficiarem das abordagens multiculturais. “Isso amplia as perspectivas de negócios e  aumenta a competitividade das empresas”, reforçou.

Também presente na abertura do Correio Encontros, a diretora da Fecomércio Juranildes Araujo elogiou a iniciativa. “Tenho certeza que o evento nos ajuda a compreender melhor a importância de valorizar a pluralidade humana”, afirmou. 

Segundo a diretora e acionista do CORREIO, Renata Correia, o modelo de evento deve continuar acontecendo ao longo do ano. “É uma oportunidade de discutir atitudes inovadoras. Nossa expectativa é seguirmos juntos, trazendo o que existe de mais promissor no mundo dos negócios para debater com os baianos”.