Tempo de espera por ônibus em Salvador é o segundo maior do país, diz pesquisa

brasil
09.02.2015, 12:40:00
Atualizado: 09.02.2015, 12:43:52

Tempo de espera por ônibus em Salvador é o segundo maior do país, diz pesquisa

Associação Proteste ouviu usuários de transporte público em oito capitais do país; média de espera e deslocamento é de 1h20 por dia

O transporte público de Salvador é o que gera maior insatisfação entre os usuários ouvidos pela associação Proteste, que pesquisou a qualidade dos serviços ofertados em oito capitais brasileiras:  Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo. 

Foto: Divulgação

De acordo com a pesquisa, que calculou o tempo de deslocamento de passageiros e de espera pela condução, dois terços dos trabalhadores brasileiros utilizam transporte público todos os dias, principalmente ônibus. O tempo médio gasto para ir e voltar do trabalho é de uma hora e vinte minutos e, de cada dez viagens, nove atrasam.

Das oito capitais pesquisadas, o Rio de Janeiro é aquela onde o tempo médio das viagens é maior: mais de uma hora e meia, seguida de Recife (90 minutos), Salvador (87 minutos) e São Paulo (85 minutos). Quem lidera o ranking de tempo de espera é Recife, com uma média de 35 minutos; Salvador aparece em segundo lugar, com 34 minutos.

Foto: Divulgação

Já Curitiba é a capital brasileira mais bem avaliada em aspectos gerais, omo extensão da rede, custos de estacionamento e competência dos funcionários, além de transporte de superfície, em que é conhecida como pioneira no país.

“Mesmo nas melhores cidades, ou mesmo nas capitais mais bem avaliadas, a satisfação ainda é muito baixa. A mais bem avaliada foi Curitiba, o sistema de transporte de Curitiba, com o sistema integrado e ainda assim a nota de satisfação foi relativamente baixa”, afirma a responsável pela pesquisa Talita Trindade.

Além dos ônibus - maior alvo de reclamação entre os usuários -, os usuários também avaliaram negativamente a oferta de trens, barcas e metrôs. No que diz respeito à análise do transporte subterrâneo, ou seja, o metrô, São Paulo, com a mais extensa malha do país, foi eleita a melhor. Porto Alegre por sua vez, tem o melhor resultado na avaliação do transporte suburbano, de trens de superfície.