ENERGIA

Com R$ 13,3 bilhões, Coelba apresenta o maior plano de investimentos da sua história

Nos próximos quatro anos, a empresa pretende construir ou ampliar 71 subestações em todo o estado

  • Foto do(a) author(a) Donaldson Gomes
  • Donaldson Gomes

Publicado em 17 de abril de 2024 às 17:33

Evento da Coelba
Evento da Coelba Crédito: Donaldson Gomes/CORREIO

Até 2027, a Neoenergia Coelba pretende investir R$ 13,3 bilhões no sistema elétrico baiano. Entre as obras, estão previstas a construção ou expansão de 71 subestações em todo o estado. Durante o período de execução das obras, está prevista a geração de 8,8 mil empregos. O volume de investimentos anunciados ontem no Centro de Convenções de Salvador é 40% maior do que a quantidade de recursos aplicada pela empresa nos últimos quatro anos.

Eduardo Capelastegui, presidente da Neoenergia, destacou o que a empresa fez nos últimos anos, mas ressaltou que os planos são de fazer “muito mais” nos próximos anos. Ele ressaltou a história e o porte da empresa no Brasil, para ressaltar que a empresa tem capacidade de cumprir os compromissos apresentados. “Queremos acompanhar o ritmo de crescimento da Bahia, que tem sido bastante intensos”, destacou.

Presidente da Neoenergia Coelba, Thiago Guth destacou o intuito de transformar a empresa na melhor distribuidora no país. “O plano de investimentos que vamos apresentar é o maior da história da empresa”, disse. “Muito fizemos, investimos bastante, mas a Bahia requer mais energia. E este plano de investimento vai endereçar a energia que o estado tanto precisa”, acredita.