Fundador da Mastruz com Leite é investigado após tocar em mulher dentro de elevador

Ex-empresário de forró com Leite foi denunciado por importunação sexual; mulher revelou ter sido tocada nos seios dentro de um elevador em Fortaleza

  • Foto do(a) author(a) Rede Nordeste, O Povo
  • Rede Nordeste, O Povo

Publicado em 10 de julho de 2024 às 08:59

Fundador da Mastruz com Leite é investigado após tocar nos seios de mulher em elevador em Fortaleza Crédito: Reprodução

Emanoel Gurgel, 71 anos, fundador da banda cearense Mastruz com Leite, está sendo investigado por importunação sexual. O ex-empresário aparece em um vídeo supostamente cometendo o crime contra uma mulher dentro de um elevador em Fortaleza, no dia 19 de junho. 

Nas imagens, o homem se aproxima da mulher e chega a segurar uma de suas mãos. Logo em seguida ele parece tocar de forma mais íntima no corpo dela, que se afasta visivelmente incomodada.

Por meio de nota encaminhada ao jornal O Povo, a assessoria de Gurgel afirmou que a notícia foi recebida pelo ex-empresário com "surpresa" e nega que atitude tenha tido uma intenção inadequada. 

"Ele (Emanoel) esclarece que tentou apenas alertar a senhora sobre os riscos do tabagismo, citando que seu próprio pai faleceu devido a isso. Não houve qualquer tipo de postura indevida", destaca.

"Emanoel Gurgel reafirma seu compromisso com o respeito e a dignidade de todas as pessoas, e está cooperando integralmente com as autoridades para esclarecer os fatos. Ele afirma que é inocente e que a verdade prevalecerá. E agradece o apoio de todos durante este momento", completa defesa em nota.

De acordo com a Polícia Civil do Ceará (PCCE), a "vítima procurou a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Fortaleza para formalizar a denúncia e registrar o Boletim de Ocorrência (BO)".

"O caso segue sob apuração na DDM Fortaleza, unidade da PCCE que realiza diligências. Oitivas estão em andamento", destaca órgão.

Confira nota da defesa na íntegra:

"Em resposta à acusação, Emanoel Gurgel afirma que recebeu com surpresa a notícia. Ele esclarece que tentou apenas alertar a senhora sobre os riscos do tabagismo, citando que seu próprio pai faleceu devido a isso. Não houve qualquer tipo de postura indevida.

Emanoel tem 71 anos, é pai de 7 filhos e é casado há 25 anos. Ele é ex-empresário de grupos musicais e, hoje, atua com radiodifusão.

Emanoel Gurgel reafirma seu compromisso com o respeito e a dignidade de todas as pessoas, e está cooperando integralmente com as autoridades para esclarecer os fatos.

Ele afirma que é inocente e que a verdade prevalecerá. E agradece o apoio de todos durante este momento.

Os advogados de Emanoel esclarecem ainda que o inquérito corre em segredo de justiça e que seu cliente ainda não foi notificado da suposta acusação". As informações são do Jornal O Povo.