Homem atingido por aparelho em academia tem 1% de chance de voltar a andar

Ele sofreu lesão na coluna vertebral

  • D
  • Da Redação

Publicado em 7 de agosto de 2023 às 14:41

Aluno foi atingido pro aparel
Aluno foi atingido pro aparel Crédito: Reprodução

A mulher do motorista por aplicativo que sofreu um lesão na academia diz que ele está consciente e continua em recuperação, em luta para voltar a andar. Regilândio da Silva Inácio, 42 anos, foi atingido por um aparelho de musculação quando se exercitava na sexta, em Juazeiro do Norte (CE). Regilândio foi operado, mas tem menos de 1% de chance de voltar a caminhar.

"Meu marido acordou com muita dor, está consciente de tudo o que aconteceu, dentro das expectativas está bem, porém, triste com a possibilidade de não voltar a andar. Nossos filhos estiveram aqui pela manhã, isso que faz ele continuar na batalha", diz Maria Socorro Pereira Inácio, esposa de Regilândio, ao Uol.

A irmã dele, Maria das Dores, contou a O Globo que toda família vive um momento difícil. "Ele já sabe qual é a chance dele. Os médicos contaram antes da cirurgia, quando tivemos que assinar um termo, eles tiveram que contar a chance de andar. Aí você imagina: se a gente ficou arrasado, imagina ele, um rapaz que trabalha, tem a vida ativa, vai para a academia, é motorista. É muito difícil esse momento".

O homem sofreu uma lesão na coluna vertebral chamada de listese, quando as vértebras sofrem deslocamento. Além das dores fortes, isso deixa a medula espinhal comprometida, podendo impedir a pessoa de andar.

O aparelho que caiu sobre as costas de Regilândio tinha carga de 150 kg. Ele sofreu lesão entre as vértebras T12 e L1.