Presidente do Superior Tribunal Militar defende militares fora da política

Ele disse ainda que os militares devem trabalhar dentro das próprias competências

  • Foto do(a) author(a) Estadão
  • Estadão

Publicado em 18 de março de 2024 às 08:26

Superior Tribunal Militar (STM), Francisco Joseli Parente Camelo Crédito: Divulgação/STM

O presidente do Superior Tribunal Militar (STM), Francisco Joseli Parente Camelo, defendeu a permanência de militares longe da política. Ao programa CNN Entrevista, o tenente-brigadeiro do ar disse que não se pode ter um governo, como a gestão de Jair Bolsonaro (PL), "com tantos militares" na estrutura.

"Nós temos que ter a consciência de que nós, militares, temos que estar subordinados ao poder civil. O ministro da Defesa tem que ser um civil, não um militar", declarou Parente Camelo.

Ele disse ainda que os militares devem trabalhar dentro das próprias competências. "Protegermos nossas fronteiras terrestres, nossas fronteiras marítimas, nossa fronteira aeroespacial e, quando necessário, ajudando a população em momentos de calamidades. É isso que fazemos com muita maestria "