MÓDULOS NO CIRCUITO

Crise de ansiedade representa 67% dos atendimentos de saúde no Carnaval

Consumo de álcool e outras drogas foi segundo maior tipo de ocorrência

  • Foto do(a) author(a) Da Redação
  • Da Redação

Publicado em 14 de fevereiro de 2024 às 13:54

Módulo de saúde no XCarnaval
Módulo de saúde no XCarnaval Crédito: Jefferson Peixoto/Secom PMS

O serviço de saúde mental inédito oferecido pela Secretaria Municipal de Saúde na folia de 2024 acolheu e prestou assistência especializada a mais de 300 foliões entre sexta-feira (9) e terça-feira (13). Desse total, a maioria envolveu transtornos ansiosos (67%), consumo de álcool e outras drogas (35%) e transtornos psicóticos (4%). Apenas 9% (28) necessitaram de transferências.

O perfil de usuários foi caracterizado por adultos (88%), predominantemente do sexo feminino (66%). 

Ao todo, os módulos operados pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Salvador prestaram assistência a 5.687 foliões durante os seis dias oficiais do Carnaval de Salvador 2024, entre 8 e 13 de fevereiro.

Para este ano, a pasta preparou uma megaestrutura visando otimizar o acesso aos primeiros socorros durante a folia, diante da estimativa de mais pessoas nas ruas. Isso refletiu também no aumento de 38% dos atendimentos gerais quando comparado com o ano passado. 

A estrutura do Carnaval 2024 contou com 15 módulos de saúde em todos os circuitos oficiais e de bairros, 20 ambulâncias, 10 motolâncias e duas ambulanchas do SAMU 192 para intervenção rápida das ocorrências que necessitassem de transferência para rede hospitalar.

17 unidades fixas de urgência e emergência, uma delas para atendimento odontológico, e o Hospital Municipal de Salvador também atuaram como retaguarda para acolhimentos de casos provenientes da festa.

O Correio Folia tem apoio institucional da Prefeitura Municipal de Salvador