Com dois baianos, Brasil tenta quatro vagas olímpicas no boxe

Campeonato Mundial masculino tem início nesta segunda (5), em Doha, no Catar

Publicado em 5 de outubro de 2015 às 10:21

- Atualizado há 10 meses

O Brasil inicia hoje a disputa do Campeonato Mundial masculino de boxe com o desafio de aumentar o número de vagas nos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016. A competição será realizada em Doha, no Catar. Há quatro brasileiros no torneio, sendo dois baianos: Robson Conceição, líder  do ranking na categoria 60 kg, e Robenilson de Jesus (56 kg). O paulista Juan Nogueira (91 kg) e o paraense Rafael Lima (acima de 91 kg) completam o quarteto. O sorteio das chaves será feito hoje, e a final dia 18.“Meus principais adversários serão os lutadores de Cuba, Mongólia e Inglaterra, mas não posso descartar ninguém. Esse Mundial será bastante competitivo, talvez o mais forte dos últimos tempos. Sei que conseguir a vaga olímpica é uma missão muito complicada, mas não é impossível”, afirma Robson, medalha de prata no Mundial de 2013. Ele precisa ficar entre os três primeiros para garantir vaga nos Jogos Olímpicos. Robson (vermelho) durante os treinos da Seleção na Alemanha (Foto: CBBoxe/Divulgação)O período de aclimatação na Alemanha serviu para conhecer melhor alguns possíveis adversários dos brasileiros. “Ficamos na cidade de Hennef desde o dia 20 de setembro, em treinamento com cinco seleções que também estarão no Mundial: Holanda, Inglaterra, Polônia, França e a própria Alemanha”, diz Robenilson.Como país-sede, o Brasil já tem cinco vagas olímpicas no masculino  e uma no feminino. Caso não consiga as vagas no Mundial, há outra chance no Pré-Olímpico, na Argentina, em março, e depois em outra competição, em junho, no Cazaquistão.