30ª edição do Bon Odori traz magia do verão japonês para Salvador

Assinantes do Clube Correio têm 50% de descontos na compra de ingressos

  • Foto do(a) author(a) Mari Leal
  • Mari Leal

Publicado em 23 de agosto de 2023 às 12:53

Bon Odori acontece nos Parque de Exposições nos dias 25, 26 2e 27 de agosto
Bon Odori acontece no Parque de Exposições nos dias 25, 26 e 27 de agosto Crédito: Rafael Martins/Divulgação

Traçada em linha reta, a distância entre Salvador e Japão é de aproximadamente 17 mil quilômetros. Mas no próximo fim de semana (25, 26 e 27), a distância será minimamente encurtada para os públicos que se afinizam com a cultura do país asiático. A capital baiana será, mais uma vez, palco para o Festival da Cultura Japonesa, ocasião em que celebra a 30ª edição do Festival Bon Odori, em alusão à comemoração popular que embala os verões japoneses.

O Bom Odori nasceu no Japão como um ritual em homenagem aos ancestrais. É uma dança que expressa a reverência aos espíritos e gratidão pela boa colheita, com movimentos delicados e simples que se repetem em ciclos. Cada gesto tem significado próprio, referindo aos atos de colher, ceifar, semear, agradecer e festejar. Em Salvador, a primeira celebração do Bon aconteceu em agosto de 1992, com 300 membros da comunidade nipo-brasileira do estado.

Sob o tema "Arigatô Bahia", a programação reserva atrações para todas as idades. São oficinas culturais, concursos, jogos, shows de música e dança, artes marciais e workshops. ) evento acontece no Parque de Exposições, localizado na Avenida Paralela.

Entre os destaques da edição estão Joe Hirata, primeiro estrangeiro a vencer o maior concurso de karaokê amador do Japão, o NHK Nodojiman em 1994, aos 27 anos; Carol Valença, atriz, dubladora, cantora e diretora de dublagem que se destaca em personagens como Luffy de One Piece, Doraemon e Abby em The Last os Us, e Bruna Higs, uma das vocalistas do projeto Miura Jam, que apresenta versões em português e covers de anisongs.

A magia por trás da celebração

De acordo com a lenda do Bom Odori, havia um monge zen com uma rara visão transcendental. Ele se chamava Mokuen e conseguia viajar por mundos desconhecidos. Um dia, quando sua mãe faleceu, ele descobriu que ela renasceu em uma dimensão distante, mas condenada à fome e sede eternas.

O monge, então, decidiu pedir a Buda que aliviasse a dor e o sofrimento de sua mãe. Ele o aconselhou a reunir todos os monges da região em um mesmo local, onde passariam um dia inteiro sem pisar em qualquer inseto ou flor. No dia sugerido, Mokuen chamou todos para um banquete em um monastério, onde homenagearia sua mãe.

Ao fim do dia, o espírito de sua mãe apareceu para ele. Ela estava transformada. Leve e iluminada, ela flutuava como uma lanterna japonesa ao vento. Mokuen ficou tão feliz que começou a dançar de alegria. Os outros monges se comoveram e começaram a imitá-lo, formando um grande círculo da felicidade. Assim surgiu o Bon Odori, a dança de homenagem aos espíritos.

Múltiplas festividades

A estrutura do festival é dividida em Palco Haru, voltado para os grandes shows e a premiação do concurso Miss Nikkei Bahia 2023; Espaço Bom Odiri, onde acontece a grande roda à luz das lanternas japonesas; Palco Natsu, área multi-temática com apresentações de artes marciais e workshops; Artist’s Alley, espaço de incentivo a artistas independentes além do setor dedicado às oficinas culturais e exposições.

Durante o festival, a presença japonesa também estará na oferta gastronômica do local, com a oferta de pratos tradicionais da culinária japonesa e a presença de mais de 20 restaurantes de sushi, tempurá, udon e lamén, entre outros pratos. O público também terá a oportunidade de ver e comprar uma infinidade de artigos com temática japonesa, o "maneki neko", o gatinho da sorte, produtos de anime, mangás, flores e muito mais.

Os ingressos para o Festival da Cultura Japonesa de Salvador 2023 podem ser adquiridos através da plataforma online Ticket Maker ou nos principais centros de compras da cidade no Balcão de Ingressos (Shopping da Bahia e Parque Shopping Bahia) e lojas Pida (Salvador Shopping, Salvador Norte e Shopping Piedade). Assinantes do Clube Correio têm 50% de desconto.

Confira a programação no site www.bonodorisalvador.com.br.

O festival é realizado através da Lei Federal de Incentivo à Cultura, PROCULTURA - Prefeitura de Salvador, com patrocínio das empresas Bauminas, Brasquímica, Fujibag, Claro, Mondial, Gazin Colchões e do Governo da Bahia, através do Fazcultura, Secretaria de Cultura e Secretaria da Fazenda. O Festival é promovido pela Associação Cultural Nippo-Brasileira de Salvador – Anisa e realizado pelo Ministério da Cultura - Brasil, União e Reconstrução; Governo Federal.