Osba faz concerto de abertura com entrada gratuita, no Pelourinho

Evento será na Igreja de São Francisco

  • Foto do(a) author(a) Da Redação
  • Da Redação

Publicado em 3 de abril de 2024 às 14:22

Com a presença ilustre do homenageado, Osba faz concerto em celebração a Caetano Veloso
Com a presença ilustre do homenageado, Osba faz concerto em celebração a Caetano Veloso Crédito: Arisson Marinho/CORREIO

A Orquestra Sinfônica da Bahia (Osba) realiza neste domingo (07), às 17h, o Concerto de Abertura da Temporada 2024. A apresentação acontece na Igreja de São Francisco, localizada no Pelourinho, com entrada gratuita ao público (sujeita à lotação do espaço).

O concerto será conduzido pelo maestro Carlos Prazeres e incluirá uma homenagem ao austríaco Anton Bruckner (1824-1896), celebrando os 200 anos de nascimento deste importante compositor da música de concerto, com a interpretação de sua “Sinfonia Nº 7 em Mi maior, WAB 107”.

Para o maestro da Osba, comemorar o bicentenário de Bruckner, um compositor ainda pouco conhecido no Brasil, mas muito admirado na Europa, é uma oportunidade de conectar a obra deste artista com o público baiano. Carlos Prazeres explica que a música de Bruckner possui semelhanças com a Bahia como a grandiosidade, religiosidade e força. O regente acredita que essa celebração também tem potencial para que novos públicos apreciem o trabalho de Bruckner, especialmente os mais jovens.

“Bruckner influenciou compositores de trilhas para o cinema como John Williams, de 'Guerra nas Estrelas' e 'Harry Potter'. Além disso, muitas pessoas desconhecem que sua obra é cantada até nos estádios de futebol. O riff de guitarra de 'Seven Nation Army', música da banda The White Stripes que foi adaptada por torcidas ao redor do mundo, é inspirado na quinta Sinfonia de Bruckner. Isso demonstra como a música deste compositor continua relevante e capaz de se conectar com o público”, diz Carlos Prazeres.

O maestro ainda destaca que o trabalho de Bruckner mexe com tensões musicais e com o sentimento de quem ouve suas composições.

“Ao ouvir alguma obra de Bruckner, vamos ficando com a respiração ofegante, sem saber bem o porquê, até que a música desemboca em uma sensação de plenitude espiritual, de busca pelo divino, que é o que este compositor buscava em suas composições”, complementa o maestro da Osba.

Osba

Criada em 30 de setembro de 1982, a Orquestra Sinfônica da Bahia (Osba) é um corpo artístico do Teatro Castro Alves e que teve seu processo de publicização consolidado em abril de 2017.

Desde então, a Associação Amigos do Teatro Castro Alves (ATCA) – entidade sem fins lucrativos qualificada como Organização Social (OS) – realiza a gestão da OSBA, que permanece como corpo artístico público, sendo mantida com recursos diretos do Estado da Bahia, através da Secretaria de Cultura (Secult-BA) e Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb).

SERVIÇO:

07/04 – Concerto de abertura da temporada

Horário: 17h

Local: Igreja de São Francisco (Pelourinho)

Regente: Carlos Prazeres

Entrada: Gratuita (sujeita à lotação do espaço)

Programa: A. Bruckner – Sinfonia Nº 7 em Mi maior, WAB 107