BATISTA DA LAGOINHA

Pastor de igreja diz em culto que já beijou a filha na boca: 'Mulherão'

Filha se pronunciou nas redes sociais e defendeu o pai

  • Foto do(a) author(a) Da Redação
  • Da Redação

Publicado em 3 de maio de 2024 às 07:44

Pastor Lucinho Barreto
Pastor Lucinho Barreto Crédito: Reprodução / Youtube

O pastor Lucinho Barreto, membro da Igreja Batista da Lagoinha, se tornou alvo de críticas nas redes sociais após um vídeo em que ele fala sobre a relação com a filha viralizar na web. Durante um culto com o tema paternidade, em 15 de abril, o líder religioso de uma das maiores congregações do Brasil afirmou que teria dado um beijo na boca da filha quando ela estava “distraída” e que ela é uma "mulherão". 

"Eu peguei minha filha um dia, dei beijo nela, falei que amava ela. Ela passava e eu dizia: 'Nossa, que mulherão. Ai se eu te pego'. Um dia ela distraiu e eu dei um beijo na boca dela. E eu falei assim: 'Quando eu encontrar seu namorado eu vou falar: Você é o segundo, eu já beijei', disse o pastor. A plateia e o filho do pastor, que o acompanha no palco, riem. 

Pelas redes sociais, a filha do pastor, Emily Barreto, gravou um vídeo defendendo o pai e dizendo que as falas foram tiradas de contexto. 

"Meu pai nunca fez nada comigo, absolutamente nada, ele sempre me deu um bom exemplo de figura paterna. Nunca aconteceu nada. Tiraram a fala de contexto", declarou. Após as críticas, o pastor não se pronunciou publicamente sobre o assunto.