MÚSICA

Simulação de sexo, beijo gay e seios à mostra: Madonna causa em show no Rio de Janeiro

Anitta e Pablo Vittar se apresentaram com diva pop, que levou mais de 1,6 milhão de pessoas à Praia de Copacabana

  • Foto do(a) author(a) Da Redação
  • Da Redação

Publicado em 5 de maio de 2024 às 07:30

Madonna levou mais de 1,6 milhão de pessoas para Copacabana
Madonna levou mais de 1,6 milhão de pessoas para Copacabana Crédito: Reprodução

A passagem de Madonna pelo Rio de Janeiro não poderia ser de outra forma. A cantora, que é uma das mais famosas do mundo, causou em todos os sentidos possíveis. Subiu ao palco mascarada para o ensaio, devolveu presente de fãs, deixou a praia de Copacabana sem espaço na areia após lotar o local onde fez o show, além de fazer homenagens e chocar os mais conservadores durante sua apresentação, que aconteceu na noite de sábado (4).

A diva pop atravessou a passarela que conectava o luxuoso hotel Copacabana Palace ao palco de 800 m², montado para o show de encerramento da turnê Celebration, às 22h36. O atraso foi de 50 minutos.

A apresentação começou com a drag Bob vestida de Renascença Francesa. Com músicas do início da carreira de pano de fundo, Bob esquentou o público e exibiu imagens inéditas da diva pop no telão e fez um pot-pourri dos 40 anos de carreira da loira. Em seguida, Madonna finalmente subiu ao palco debaixo de um halo gigante de luz, usando um manto preto e uma coroa na cabeça. A potente voz de Madonna ficou discreta diante dos gritos dos 1,6 milhões de fãs que estavam na praia aguardando pelo show. A informação da estimativa de quantas pessoas estavam presentes na apresentação é da Riotur.

Rodeada de bailarinos, Madonna mostrou que estava disposta a ousar, como sempre. Protagonizou beijo gay, mostrou os seios e simulou relações sexuais em cima do palco. Um desses momentos ao lado da cantora Anitta. Confira os momentos mais comentados do show nas redes sociais:

Beijo gay

Defensora da causa LGBTQIA+, Madonna protagonizou cenas picantes com dançarinas do seu balé durante o show. Na plateia, o público também protagonizou diversos beijos gays.

Seios à mostra

Um dos momentos mais comentados do show foi quando Madonna fez uma dança erótica em "Hung Up". Uma dançarina da cantora apareceu no palco com os seios à mostra.

Participações especiais

O show de Madonna contou com a presença deAnitta, na música "Vogue". Na interpretação, a brasileira chegou a simular que estava recebendo sexo oral dos dançarinos de Madonna e deu o que falar. Quem também subiu ao palco foi Pabllo Vittar, para performar "Music". Os filhos da rainha do pop também se apresentaram: Estere dançou "Vogue", Mercy James tocou piano e David Banda tocou ao lado da mãe.

Homenagens

O show também teve homenagens. Durante "Live to Tell", Madonna exibiu no telão fotos de famosos que morreram vítimas da Aids, como Renato Russo, Freddie Mercury, Cazuza e Betinho.

Palavrão

Um dos momentos mais divertidos do show foi quando Madonna surpreendeu ao surgir com uma garrafa de cerveja na mão e mostrou que sabe xingar em outros idiomas. "Caralho, é o lugar mais lindo do mundo. Isso é mágico, obrigada", disse. Em seguida, ela molhou seus fãs com a cerveja que bebia