Polícia da Espanha prende seis suspeitos de roubos a casas de jogadores

Entre as vítimas dos casos recentes, estão o brasileiro Rodrygo, do Real Madrid, e o colombiano Radamel Falcao, do Rayo Vallecano

  • Foto do(a) author(a) Da Redação
  • Da Redação

Publicado em 13 de março de 2024 às 15:19

Rodrygo garantiu nova vitória do Real Madrid sobre o Chelsea na Liga dos Campeões
Rodrygo em ação pelo Real Madrid Crédito: Real Madrid/Divulgação

A polícia da Espanha prendeu seus suspeitos de participação em oito assaltos a casas em Madri, incluindo residências de jogadores de futebol. Entre as vítimas dos casos recentes, estão o brasileiro Rodrygo, do Real Madrid, e o colombiano Radamel Falcao Garcia, do Rayo Vallecano.

As prisões ocorreram em 13 de fevereiro, mas o anúncio foi feito apenas nesta quarta-feira (13). De acordo com o comunicado oficial, o grupo detido é formado por cinco homens e uma mulher. Com os suspeitos, foram recuperados dez relógios, joias e 3.300 euros em espécie (cerca de R$ 18 mil), além de duas pistolas de ar comprimido.

De acordo com as autoridades, a onda de assaltos começou em julho de 2022 em residências nos bairros de classe alta de Madri e arredores. Os suspeitos demonstraram "alto grau de profissionalismo" nas ações, estudando vídeos e fotografias publicados em redes sociais por jogadores e seus familiares e amigos, para coletar informações sobre o interior das residências e os horários em que as casas estavam desocupadas. Os sistemas de segurança das casas também foram analisados pelos suspeitos.

Três dos detidos estão sendo mantidos sob custódia, e uma investigação sobre acusações de roubo com força, um roubo com violência ou intimidação, falsificação de documentos e lavagem de dinheiro está em andamento, segundo as autoridades.