PARA SAIR DO SUFOCO

Vitória tem sequência contra adversários diretos na luta para deixar a zona de rebaixamento

Primeiro jogo é contra o Vasco, domingo (12), às 18h30, em São Januário

  • Foto do(a) author(a) Da Redação
  • Da Redação

Publicado em 8 de maio de 2024 às 13:13

O volante Willian Oliveira é titular do meio-campo do Vitória
O volante Willian Oliveira é titular do meio-campo do Vitória Crédito: VICTOR FERREIRA / ECV

Sair da zona de rebaixamento. Esse é foco atual do Vitória no Brasileirão. Para alcançar o objetivo, o Leão precisará acabar com o jejum e vencer no campeonato. O rubro-negro terá dois adversários diretos em sequência, Vasco e Atlético-GO. A ordem é respirar e afundar ainda mais os rivais no Z4.

Com apenas um ponto, o Vitória é o 18º colocado na tabela de classificação. O primeiro jogo é contra o Vasco, domingo (12), às 18h30, em São Januário. O clube carioca vem de quatro derrotas seguidas e soma três pontos, pois venceu o Grêmio na estreia. Por isso, está uma posição acima do rubro-negro, em 17º.

A situação de momento do Leão é tão delicada que, se vencer o jogo, vai ultrapassar o time cruzmaltino, mas ainda assim não conseguirá sair da degola nesta 6ª rodada, já que o Fluminense, primeiro time fora do Z4, em 16º lugar, tem cinco pontos. Um passo de cada vez.

“A gente tem o Vasco no domingo e temos uma semana para trabalhar, ver o que a gente errou e, com certeza, a gente vai melhorar. É um compromisso nosso com essa instituição. Aqui tem um grupo de caras trabalhadores e pode ter certeza que a gente vai conseguir colocar o Vitória novamente nos caminhos das vitórias”, prometeu o atacante Osvaldo.

Na sequência, o Vitória joga em Salvador, com o apoio do torcedor. A partida contra o Atlético-GO será quase uma semana depois, no dia 18, um sábado, às 16h, no Barradão. Assim como o rubro-negro, o Dragão soma um ponto.

Com apenas 8% de aproveitamento cada, Vitória e Atlético-GO têm campanhas quase idênticas. A diferença está no número de gols marcados e sofridos. Como perde nos dois critérios de desempate, a equipe goiana está uma posição abaixo, em 19º lugar.

Ainda sem pontuar, o Cuiabá fecha a zona de rebaixamento da Série A, em último lugar, e ainda enfrentará o Vitória. O jogo válido pela 2ª rodada foi adiado e ainda não teve nova data definida.

“Toda equipe vai passar por um momento de turbulência. É a primeira vez no ano que a gente passa por esse tipo de situação, mas a gente vai trabalhar muito. Pode ter certeza que a gente vai conseguir colocar o Vitória novamente nos trilhos”, projetou Osvaldo.

REFORÇADO

O Vitória terá reforços nessa luta para deixar a zona de rebaixamento. Recuperados de contusão, o volante Rodrigo Andrade e o atacante Iury Castilho voltaram a treinar normalmente com o grupo e estão à disposição do técnico Léo Condé. Eles desfalcaram o time nas últimas duas rodadas do Brasileirão.

O retorno do zagueiro Camutanga ainda não está definido. Após reincidência da contusão no joelho, ele passa por transição física e está sendo observado pelos médicos do clube. Já o também zagueiro Wagner Leonardo tem ausência certa. Expulso na derrota por 3x1 para o São Paulo no último domingo (5), ele vai cumprir suspensão automática.