INVESTIGAÇÃO

Polícia investiga cobrança do tráfico a comerciantes e moradores de Cajazeiras

Áudios circularam no fim de semana sobre a prática criminosa na região

  • Foto do(a) author(a) Gil Santos
  • Gil Santos

Publicado em 15 de abril de 2024 às 13:14

Policiamento será reforçado Crédito: Marina Silva/ Arquivo CORREIO

Moradores e comerciantes da Fazenda Grande II e de regiões do bairro de Cajazeiras denunciaram que estão sendo extorquidos por traficantes. Os bandidos estariam exigindo R$ 200 por apartamento, em alguns condomínios, e R$ 500 por estabelecimento comercial. Quem se recusar a pagar corre o risco de ser expulso. Questionado nesta segunda-feira (15), o secretário da Segurança Pública, Marcelo Werner, afirmou que o caso está sendo investigado.

"Assim que tomamos conhecimento de qualquer ocorrência dessa natureza, de imediato é feito o reforço no policiamento, são realizadas ações de inteligência, investigações, e assim foi feito em todos os bairros de Salvador, inclusive com pessoas presas e apreensões de armas de fogo. Não abrimos mão da investigação, do reforço do policiamento, da aproximação com a comunidade e do afastamento da criminalidade", afirmou Werner durante a entrega de novas viaturas, em Itapuã.

Alguns moradores relatam que foram contatados pelos criminosos por escrito, e denunciaram o caso a veículos de comunicação. O caso também pode ser comunicado à polícia de forma anônima através do Disque Denúncia, pelo telefone 181. A Polícia Civil ainda não respondeu se os moradores já registraram boletins de ocorrência denunciando o caso.

O secretário comentou sobre o caso durante a entrega de um helicóptero, 25 drones e 84 viaturas para o Corpo de Bombeiros Militar e para a Polícia Militar. Os equipamentos serão usados para reforçar as operações de resgate, de combate à incêndio e ao crime organizado.