A Fazenda: com analogia ao futebol, Cartolouco sugere ser bissexual

variedades
15.09.2020, 11:42:00
(Reprodução)

A Fazenda: com analogia ao futebol, Cartolouco sugere ser bissexual

Revelação veio durante conversa com a digital influencer Stéfani Bays

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Há mais de uma semana em confinamento, os participantes da 12º edição de A Fazenda já começam a se aproximar mais. É o caso do repórter Cartolouco e a digital influencer Stéfani Bays. A dupla protagonizou uma conversa tranquila na última segunda-feira, 14, sobre suas orientações sexuais. Como era de se esperar, logo os dois deixaram a bola rolar entre eles e se revelaram bissexuais.

Enquanto cozinhava, Cartolouco viu Bays entrando na cozinha e logo a chamou para uma conversa distraída. "Fala jogadora, jogadora cara, camisa 10", no que Bays correspondeu a brincadeira. "Eu jogo em dois times, às vezes", avisou de forma discreta informando que tanto se relacionava com homens do que com mulheres.

O repórter esportivo riu e afirmou “jogar às vezes a partida”, no que surpreendeu Bays. "Tu é do mesmo time que eu?", pergunta. O peão responde com o exemplo do GreNal - clássico futebolístico entre os times Grêmio e Internacional. "Sou raramente GreNal, sou mais Grêmio do que Inter, mas às vezes, é um pouquinho de Inter", continuou.

Bays logo mandou a pergunta na lata: "Estamos falando da mesma coisa?", questionou, no que recebeu uma resposta afirmativa do colega de casa. "Acho que sim, talvez... da vida amorosa? Sim", reafirmou o jornalista. Feliz com a declaração do participante, Bays o abraçou animada. "Você é perfeito! Entenda", brincou.

Reportagem originalmente publicada em O Povo

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas