Ambulante de 15 anos é algemado em shopping: 'eu só tava vendendo bala!'; veja vídeo

brasil
24.01.2022, 14:09:00

Ambulante de 15 anos é algemado em shopping: 'eu só tava vendendo bala!'; veja vídeo

Caso aconteceu no Rio Grande do Sul

Um vendedor ambulante de 15 anos foi algemado pela Brigada Militar (BM) dentro de um shopping em Porto Alegre na última terça-feira (18). Ele vendia doces na praça de alimentação do Shopping Bourbon Wallig, quando foi abordado por um policial. Em imagens divulgadas por uma vereadora da cidade, é possível ver o adolescente sendo detido no chão do estabelecimento.

A BM abriu uma sindicância para apurar a conduta do policial responsável pela medida.

"Parece que eu roubei agora! Todo mundo vai falar que eu roubei. Aí, podem gravar por favor? Eu entrei no shopping vendendo bala, o que vocês estão fazendo? Parece que eu roubei vocês. Parece que eu roubei. Eu não roubei! Por que vocês estão fazendo isso comigo? Parece que eu roubei vocês. Eu estava só vendendo bala. Só estava sentado ali conversando!", grita o adolescente.

A subcomandante do 11º Batalhão de Polícia Militar, Michele Maria, disse ao g1 que entende que a conduta do policial foi regular e que o agente foi chamado para apoiar a segurança do shopping por uma reclamação de perturbação. O adolescente teria resistido à abordagem e, devido ao porte físico dele, o policial "precisou algemar". Assim que foi identificado, as algemas teriam sido retiradas e ele, liberado, porque não foi identificado crime.

O Grupo Zaffari, proprietário do shopping, disse em nota ao portal que o adolescente passou a correr pelos corredores do empreendimento após notar a presença do soldado que se encontrava no local, o mesmo que fez a abordagem que aparece no vídeo.

A vereadora de Porto Alegre Bruna Rodrigues (PCdoB), que divulgou o vídeo, criticou a ação e disse que foi um ato de racismo. Bruna argumenta que uma súmula do Supremo Tribunal Federal (STF) diz que o uso de algemas em menores de idade "só é lícito em caso de resistência" ou "receio de fuga ou de perigo à integridade física própria ou alheia". Assessores da vereadora acompanham o adolescente.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas