Amigos e familiares das vítimas atropeladas fazem protesto em Jacobina: 'Não foi acidente, foi crime'

bahia
30.12.2021, 19:35:00
(Foto: Augusto Urgente)

Amigos e familiares das vítimas atropeladas fazem protesto em Jacobina: 'Não foi acidente, foi crime'

Embriagado, Petrônio Souza invadiu uma loja matando três pessoas e ferido outras cinco

Amigos e familiares das vítimas mortas por um motorista bêbado em Jacobina, no norte do estado, fizeram um protesto na tarde desta quinta-feira (30) pedindo justiça. O grupo percorreu as ruas da cidade, passando por vários bairros, para chamar a atenção do caso. A caminhada terminou no mesmo local onde Petrônio Souza, de 69 anos, destruiu uma loja, atropelou e matou três pessoas. Ele está preso.

O ato "Não foi acidente, queremos justiça" começou por volta das 17h, na praça Matriz e reuniu cerca de 150 pessoas vestidas de branco, entre amigos e familiares das vítimas. Uma carreata fez buzinaço e um carro de som também acompanhou o protesto. "Não foi acidente, foi crime. Quem dirige embriagado assume o risco de matar. Foi homicídio doloso e não culposo. Três vidas ceifadas, famílias destruídas. Que a punição seja severa e a justiça seja feita", disse uma das pessoas que acompanhava o ato. Equipes da 24ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Jacobina) e a guarda municipal acompanharam a manifestação.

 

O caso aconteceu no dia 24 de dezembro, na véspera do Natal. Luís Carlos de Jesus Silva, de 33 anos, Marcelo Messias da Costa Silva, de 34, e Roque Ferreira da Silva, de 70, eram clientes da loja Verdes Mares e estavam comprando materiais de construção. 

Foto: Reprodução

Minutos antes do comércio baixar as portas por conta do feriado, Petrônio Souza, um servidor público aposentado da Receita Federal, desceu ladeira J J Gouvêia, no bairro da Missão, em alta velocidade, perdeu o controle da direção e invadiu a loja atingindo oito pessoas entre clientes e funcionários. 

Uma das vítimas fatais ficou presa embaixo do veículo.  Além de atropeladas, as vítimas foram atingidas por escombros, já que parte da estrutura desabou. O local ficou destruído. As outras cinco vítimas que ficaram feridas foram socorridas à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade.

A picape, uma Dodge Ram 2500, com placa do Espírito Santo, também ficou destruída. Logo após descer do carro, ileso, o motorista embriagado ainda urinou no local do acidente, enquanto as vítimas eram socorridas. Ele foi detido pelos moradores e preso em flagrante pela Polícia Militar. O teste de bafômetro apontou altos índices de embriaguez. A justiça já converteu a prisão para preventiva.

Repercussão
Através de nota, a Prefeitura de Jacobina declarou luto oficial de 3 dias, em respeito às vítimas e familiares da "tragédia de Verdes Mares". No período, ficaram suspensos os eventos da Prefeitura, incluindo festividades, eventos culturais, inaugurações, assinaturas de ordens de serviço e outros.

O prefeito Tiago Dias também publicou em suas redes sociais uma nota de pesar, em apoio aos familiares. "Não há palavras que possam confortar os corações dos parentes e amigos neste momento de dor. Só Deus. Presto minha solidariedade e me coloco à disposição de todos os envolvidos na tragédia", diz publicação.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas