Análise de tributos oferece oportunidades no setor privado com salários de até R$ 7 mil

empregos
20.06.2022, 06:00:00
Os analistas tributários são os grandes guardiões de um negócio e profissionais disputados no mercado de trabalho (Schutterstock/reprodução)

Análise de tributos oferece oportunidades no setor privado com salários de até R$ 7 mil

As formações podem ser em diversas áreas, a responsabilidade da função é grande e os salários bem compensatórios 

Nem só de atuação em órgãos como a Receita Federal vivem os analistas tributários. Na verdade, quem exerce a função na inciativa privada tem grandes responsabilidades na condução de um negócio, afinal, cerca de 30% das finanças de um empreendimento podem dizer respeito a gestão de impostos. No mercado de trabalho, o analista tributário pode ter remunerações que variam de R$ 4.500 a R$ 7.000 por mês.  

O Coordenador do Curso de Ciências Contábeis da Unijorge Adriano Araújo explica que o analista de imposto ou tributário é o profissional responsável pela apuração, controle e recolhimentos dos impostos de uma empresa. “Esse profissional necessita de vasto conhecimento em legislação do setor onde atuará, seja indústria, comércio ou prestação de serviços, para compreensão dos mecanismos de incidência e fato gerador dos impostos”, afirma.  

Adriano Araújo ressalta a importância de que o profissional da área esteja sempre atualizado com os conhecimentos específicos da sua área de atuação (Foto: Divulgação)

O professor destaca que, para trabalhar na área, a formação mais comum é a graduação em Ciências Contábeis, além de especialização na área de tributos. “Mas, profissionais de Administração, Economia e Direito também podem atuar nessa área, caso possua formação complementar em tributos”, pontua. 

O coordenador diz que para atuar como analista de impostos, o indicado é realizar uma pós-graduação ou algum curso de especialização específico na área de tributos, em uma instituição de ensino que seja referência na área e essa instituição deve possui corpo docente composto por profissionais com atuação na área e vasto conhecimento sobre tributos. “O recrutamento de profissionais da área de tributos é com base no currículo do candidato, analisando as experiências anteriores na área e o tempo de atuação com legislação”, esclarece. 

Habilidades e competências

Adriano Araújo reforça ainda que, como a legislação tributária é bem ampla, o profissional precisa possui capacidade de interpretação e análise das regras tributárias, que se traduzam em planejamento tributário para as empresas a longo prazo. “Em alguns casos, podem solicitar a realização de prova de conhecimentos específicos dos candidatos”, alerta o professor.

Para o CEO-Fundador da Nutax Fernando Silveira, o profissional de gestão de impostos precisa investir no desenvolvimento de competências técnicas que vão muito além da graduação em Contabilidade, Direito, Economia. “Nesse ponto, é legal já esclarecer que isso vale tanto para quem executa funções de gestão da rotina, quanto para quem trabalha com projetos ou funções estratégicas”, diz Silveira.

Fernando Silveira diz que as habilidades emocionais exigidas do analista tributário superam os conhecimentos acadêmicos mais superficiais (Foto: Divulgação) 

O representante da Nutax reforça ainda a importância que o profissional que atua na área esteja disposto a se desenvolver nas competências que não possui e, portanto, aquelas em que precisará de ajuda para atingir seus objetivos.

Complementando a informação, Adriano Araújo salienta que o analista de impostos ou de tributos desenvolva soft skils como resiliência, para saber que pode errar na sua atividade, mas precisa compreender a falha e buscar caminhos de resolução do problema, que servirá de aprendizado para o futuro. “Outra soft skills necessária é saber trabalhar sob pressão, com base em metas diárias nas empresas. O profissional precisa saber lidar com esses desafios e aprender uma forma de gestão para atender as expectativas e gerenciar bem o seu dia a dia”, orienta. 

Mercado

Araújo diz que a orientação para resultados é importante, pois o trabalho bem executado de um analista de impostos, pode significar melhoria do desempenho financeiro da empresa e gerar um ganho coletivo para todas as equipes. 

No Nordeste e na Bahia, o analista de tributos é um profissional muito requisitado pelas empresas, por se tratar de uma carreira promissora e que exige dedicação, concentração e foco no andamento das atividades profissionais. “O que se observa no mercado de trabalho, é que muitas empresas costumam captar profissionais que estão alocado em outras empresas, com oferta salarial e benefícios bem atrativos. Nesse caso, já contrata profissional preparado e com conhecimento na área e reduz o tempo de treinamento e formação na área”, completa Adriano Araújo.

O professor reforça que, justamente por essa característica, não é costume achar muitos profissionais de tributos disponíveis no mercado, pois são disputados pelas empresas. “Nas empresas privadas em geral existem excelentes oportunidades, principalmente as multinacionais que possuem cargos de analista de impostos. Além disso, existem vagas nas empresas públicas mediante prestação de concurso público”, finaliza. 


10 principais habilidades do analista tributário: 

  *   Direito e Legislação Tributária

  *   Contabilidade

  *   Análise de Demonstrações Financeiras

  *   Tecnologia e SPED

  *   Análise de Dados e Resolução de Problemas

  *   Processos Corporativos

  *   Gestão de Projetos

  *   Design e Customer Centricity

  *   Fiscalização e Processo Administrativo Fiscal

  *   Processo legislativo e relacionamento com autoridades
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas