Bahia terá pelo menos 4,2 mil vagas no Sisu 2021.2; Uefs não vai participar

salvador
29.07.2021, 05:30:00
Atualizado: 29.07.2021, 08:20:16
Ifba dobrou vagas ofertadas no Sisu de 2020.2 (Arisson Marinho/CORREIO)

Bahia terá pelo menos 4,2 mil vagas no Sisu 2021.2; Uefs não vai participar

Ifba mais que dobrou quantidade de vagas ofertadas em comparação com 2020.2

As inscrições para o segundo semestre de 2021 no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) começam em 03 de agosto e dessa vez seis instituições de ensino superior públicas da Bahia (Ufba, UFRB, Ifba, Ifbaiano, Uesb e Uneb) vão oferecer, ao todo, 4.225 vagas, em 133 cursos de graduação na capital e interior do estado.

Outras duas instituições (Uesc e Unilab) pretendem participar do Sisu, mas ainda não definiram a quantidade de vagas que serão ofertadas. As demais (Ufob, Uefs, UFSB e Univasf) disseram que não vão participar dessa edição do programa educacional.  

Por enquanto, o número de oportunidades de estudo nesse segundo semestre é menor do que houve em 2020.2, quando pelo menos sete instituições federais ofereceram 5.457 vagas em cerca de 200 cursos. Uma das reduções que serão mais sentidas é a da Universidade Estadual da Bahia (Uneb) que, no ano passado, no segundo semestre, tinha 454 vagas e 225 sobrevagas em 45 opções de cursos. Agora, são apenas 30 vagas para apenas um curso: o bacharelado em jornalismo, ofertado no campus Seabra. 

Outra redução importante é a da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) que, no ano passado, também no segundo semestre, tinha ofertado quase 1,1 mil vagas em 30 opções de curso. Dessa vez, a instituição decidiu não aderir ao Sisu de 2021.2 por causa da pandemia, que impediu que os alunos estudassem regularmente em 2020.

“No semestre 2021.2, teremos a entrada do Sisu 2020.2 e, em 2022.1, teremos a entrada do Sisu 2021.1 (nossa última adesão)”, disse a instituição.  

Uefs não vai ofertar vagas no Sisu 2021.2 

(Foto: Divulgação)

Isso significa que os 1,1 mil alunos da Uefs que passaram no Sisu no início do ano só irão estudar em 2022, ou seja, um ano depois da aprovação. No total, as universidades baianas ofertaram mais de 13,6 mil vagas nos cursos de graduação no primeiro semestre do Sisu. A Uneb não participou do programa, logo, pelo Sisu, em todo ano de 2021, a instituição disponibilizou apenas 30 vagas, justamente as de 2021.2. A Uneb foi questionada sobre essa redução, mas não respondeu até o fechamento do texto.

Leia mais: Universidade federal baiana cria cotas para detentos e ex-presidiários  

Outras instituições aumentaram a quantidade de vagas 
Enquanto duas universidades estaduais reduziram a quantidade de vagas, outros centros de ensino aumentaram a oferta, em compensação. É o caso da Universidade Estadual Do Sudoeste Da Bahia (Uesb), que também não tinha participado do Sisu no primeiro semestre de 2021. Em 2020.2, a instituição tinha apenas 406 vagas em 24 cursos. Agora, em 2021.2, são 643 vagas distribuídas entre 40 opções de graduação nos campi de Itapetinga, Jequié e Vitória da Conquista.  

O Instituto Federal da Bahia (Ifba) foi outro que aumentou consideravelmente a oferta de vagas no segundo semestre de 2021. São 720 vagas em 20 cursos, mais do que o dobro das 314 vagas em 19 cursos disponibilizadas em 2020.2. De acordo com Tatiane Alves, pesquisadora institucional e responsável pelo Sisu do Ifba, esse aumento de vagas foi causado pela pandemia.  

“Houveram alguns cursos que não colocamos na primeira edição do Sisu, pois a pandemia gerou atrasos no calendário acadêmico. A verdade é que nós ainda estamos nos adaptando a essa realidade. Mas já aumentamos agora a quantidade de vagas para compensar a redução de antes”, explica.   

As 720 vagas para o ensino superior no Ifba estão divididas em 11 cidades da Bahia. É a maior diversidade de campi apresentada por uma instituição baiana nesse Sisu. “A gente fica muito feliz com isso. Nosso intuito é estarmos presentes em diversas cidades e, mesmo numa situação de cortes de orçamento e crise financeira provocada pela pandemia, nós conseguimos manter o nosso compromisso com os baianos”, aponta Tatiane.  

Quem escolher o Ifba como local de ensino, no entanto, vai depender do campus escolhido para saber quando as aulas vão começar. Em Paulo Afonso, por exemplo, se tudo ocorrer com planejado, as aulas só começam em julho de 2022. “Cada campus tem seu calendário. Tem locais que o aluno vai entrar como 2021.1 e as aulas já começam em setembro. Outros vão ter que esperar ainda mais”, lamenta. Confira os cursos ofertados pelo Ifba com a previsão do início das aulas no final do texto. 

Leia mais: Gênio da cidade baixa: aluno do IFBA é aprovado em curso de Geologia em universidade alemã

Embora timidamente, a Universidade Federal da Bahia (Ufba) também vai aumentar a quantidade de vagas. Em 2020.2, serão 1.556 oportunidade em 38 cursos frente as 1.532 vagas de 37 cursos em 2021.2.

“As pessoas aprovadas agora, vão receber a matrícula, terão a vaga garantida, mas só começarão a ter aula em 2022. O calendário do Sisu ficou atrasado por causa da pandemia”, explicou Penildon Silva Filho, pró-reitor de Ensino e Graduação da Ufba.  

Aulas na Ufba para os aprovados no Sisu 2021.2 só serão em 2022 

(Foto: Arquvio CORREIO)

Saiba quem pode se inscrever no SIsu 
Para participar do processo seletivo, o candidato deve ter se submetido às provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2020, mas que foram realizadas somente em 2021, por causa da pandemia de covid-19. O resultado da prova foi divulgado no dia 28 de maio desse ano e pode ser conferido na Página do Participante e no aplicativo do exame, de acordo com o Governo Federal.  

É essa a nota que será utilizada na seleção do Sisu. O estudante deverá fazer a inscrição no Portal do Sisu, entre 3 e 6 de agosto, conforme divulgado pelo Ministério da Educação. A inscrição pode ser feita em até duas opções de curso que devem ser especificadas em ordem de preferência. O concorrente também poderá escolher a modalidade de concorrência, podendo optar pelas vagas de ampla concorrência ou as reservadas para cotas, conforme a legislação de cada instituição.  

O estudante Antonio Eduardo Lopes Bahia, 20 anos, é um dos alunos que vai pleitear uma vaga numa universidade pública. Movido pelo sonho de fazer medicina, essa será a terceira vez que o rapaz vai participar do Sisu. Ele continua fazendo cursinho preparatório para o Enem de 2021, mas tem a esperança que a aprovação no seu curso chegue ainda nesse ano.  

“Eu quero muito entrar numa instituição pública, pois as universidades privadas são muito caras. Agora, com a redução do Fies, é muito difícil encontrar um financiamento de 100% do curso. Também é difícil encontrar uma faculdade privada de medicina com valor igual ou menor de R$ 7 mil. Então, minha preferência é qualquer universidade pública”, disse o rapaz, que mora no interior da Bahia, em Campo Formoso, localizado a mais de 400 quilômetros de distância de Salvador.  

Eduardo está focado em ser aprovado em medicina 

(Foto: Arquivo Pessoal)

Confira o calendário do Sisu 2021.2: 
• Período de inscrição: 3 a 6 de agosto 
• Resultado da chamada única: 10 de agosto 
• Período para matrícula dos selecionados em chamada única: 11 a 16 de agosto 
• Prazo para manifestação de interesse em participar da lista de espera: 10 a 16 de agosto 
• Disponibilização da lista de espera para as instituições: 18 de agosto 
• Início da convocação por parte das instituições de ensino dos selecionados por meio da lista de espera: 19 de agosto 

OFERTA DE VAGAS NA BAHIA: 

Ufba – 1.556 vagas em 38 cursos   
UFRB - 1.236 vagas em 33 cursos  
Ifba - 720 vagas em 20 cursos  
Uesb – 643 vagas em 40 cursos 
Ifbaiano - 40 vagas em um curso 
Uneb – 30 vagas em um curso 
Uesc - Não informou a quantidade de vagas  
Unilab - Não informou a quantidade de vagas  
Uefs - Não participa desta edição   
Ufob - Não participa desta edição 
UFSB - Não participa desta edição 
Univasf - Não participa da edição 

Vagas ofertadas pelo Ifba por cidade com previsão do início das aulas: 

Camaçari  
ABI Computação - 30 vagas 
Licenciatura Matemática noturno - 40 vagas 
Previsão do início das aulas - 14/03/2022  

Jacobina  
Licenciatura Computação noturno - 40 vagas  
Previsão do início das aulas - 07/02/2022   

Jequié 
Bacharelado Engenharia Mecânica integral (vespertino/noturno) - 40 vagas 
Previsão do início das aulas - 15/03/2022   

Simões Filho 
Bacharelado Engenharia Mecânica integral (vespertino/noturno) - 40 vagas 
Previsão do início das aulas - 31/01/2022   

Feira de Santana 
Bacharelado Sistemas de Informação vespertino - 20 vagas 
Previsão do início das aulas - 07/02/2022  

Irecê 
Tecnológico Análise e Desenvolvimento de Sistemas vespertino - 30 vagas 
Tecnológico Manutenção Industrial vespertino - 30 vagas 
Previsão do início das aulas - 07/02/2022   

Lauro de Freitas 
Bacharelado Engenharia de Energia - matutino - 50 vagas 
Tecnológico Jogos Digitais matutino - 50 vagas 
Previsão do início das aulas - 14/02/2022 

Paulo Afonso 
Bacharelado Engenharia Elétrica noturno - 40 vagas 
Previsão do início das aulas - 18/07/2022   

Porto Seguro 
Tecnológico Agroindústria integral (matutino/vespertino) 30 vagas 
Licenciatura Computação noturno 30 vagas 
Licenciatura Química noturno 30 vagas 
Previsão do início das aulas - 07/02/2022   

Santo Antônio de Jesus 
Tecnológico Análise e desenvolvimento de sistemas noturno – 30 vagas 
Tecnológico Produção Multimídia noturno - 30 vagas 
Tecnológico Redes de computadores noturno  - 30 vagas 
Previsão do início das aulas 28/09/2021  

Vitória da Conquista  
Bacharelado Engenharia Ambiental Integral (matutino/vespertino) -  40 vagas 
Bacharelado Engenharia elétrica integral (matutino/vespertino) - 50 vagas 
Bacharelado Sistemas de informação (noturno)  - 40 vagas 
Previsão do início das aulas 20/09/2021  

* Com a orientação da chefe de reportagem Perla Ribeiro. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas