Baianos curtem nova praça em homenagem ao bloco Camaleão

salvador
26.02.2019, 19:58:55
Atualizado: 26.02.2019, 22:34:14
(Betto Jr/CORREIO)

Baianos curtem nova praça em homenagem ao bloco Camaleão

Visitantes já fazem fotos com a patinha símbolo do bloco

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Quem passa pela Adhemar de Barros, desde esta segunda-feira (25), pode notar que o local ganhou um monumento inusitado e que tem atraído a atenção de muita gente. O local ganhou uma nova praça em homenagem ao bloco Camaleão, um dos mais tradicionais de Salvador.

A Praça Camaleão foi inaugurada nesta segunda e emocionou o empresário Tinho Albuquerque, 62, sócio fundador do bloco. 

“Foi uma emoção imensa. Ver um símbolo que começou como uma brincadeira e se tornou uma paixão nacional representado lá foi maravilhoso”, contou.

A praça tem 720,29 m² de área construída e 1.321 m² de área verde projetada, e foi entregue pelo prefeito ACM Neto, com a presença dos sócios fundadores do bloco e do cantor Bell Marques, que também aproveitou para fazer seu registro ao lado da patinha mais famosa da cidade.

 

A escolha do local para a construção da praça tem um motivo. É exatamente ali que, desde o primeiro ano de desfile do bloco, em1979, o Camaleão estaciona seu trio. “Os amigos que fundaram o bloco moravam naquela região. Começamos ali e a vizinhança sempre participou, desde o começo. Adotar essa praça é uma forma de devolver um pouco para comunidade do que ela nos proporcionou", disse Tinho.  

Aprovado
O CORREIO foi à nova praça no dia seguinte à inauguração e constatou que o monumento fez sucesso com alguns baianos.

O vendedor ambulante Isael Assis, 69, que há 12 anos estaciona seu carrinho de cachorro quente em frente ao local, adorou a novidade. “Deu uma beleza para a Adhemar de Barros, um visual. Ficou bonito. Sinto que essa praça agora também é minha. Se vierem quebrar aqui, eu vou brigar”, brincou.

Colega de Isael, a ambulante Adriana Bispo, 44, acha que a praça vai ajudar a trazer mais movimento para a região. “Veio bastante gente tirar foto no monumento durante o dia. Toda hora aparece alguém”, disse.

O educador físico Uanderson Santos, 29, foi uma dessas pessoas que fez questão de garantir uma foto ao lado da patinha gigante. Folião de carteirinha, o baiano conta que acompanha o bloco há 10 anos.

“Saio sempre, geralmente na pipoca, mas esse ano já comprei o bloco. Vi as fotos da praça na internet e resolvi vir conhecer”, falou o fã. 

Foto: Betto Jr/CORREIO

Carnaval 2019
Este ano, o Camaleão comemora o aniversário de 30 anos da parceria com o cantor Bell Marques  “É com certeza a parceria mais duradoura entre um bloco e um artista. E Bell é um dos principais motivos do bloco se tornar tão forte”, analisou o sócio fundador. 
 

Foto: Betto Jr/CORREIO

Em 2019, o bloco desfilará em três dias no Circuito Dodô (Barra-Ondina), cada um com cerca de 3.500 associados. Além da galera que comprou o abadá, o bloco espera contar, ainda, com um número grande de foliões na pipoca, que curtem o desfile fora das cordas. “É um bloco da cidade. Que arrasta uma multidão. Pelo percurso são muitas mensagens, faixas, cartazes”, destacou Albuquerque. 

Os abadás para desfilar com o bloco, inclusive, já estão acabando. A camisa para o desfile de domingo (3) já está esgotada, enquanto na segunda (4) e terça feira (5) restam poucas unidades. O bloco é vendido a partir de R$ 890,00 

* Com supervisão da subeditora Fernanda Varela

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas