Bens apreendidos com traficantes na Bahia vão a leilão

bahia
05.08.2020, 09:56:00
Atualizado: 05.08.2020, 09:56:04
(Foto: Divulgação/SSP)

Bens apreendidos com traficantes na Bahia vão a leilão

Nessa primeira fase, seis veículos serão colocados à venda. A ação é realizada em conjunto com o Ministério da Justiça

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A Polícia Civil realizará, nesta quinta-feira (6), o primeiro leilão de bem apreendidos com traficantes de drogas. Na primeira edição, seis veículos serão colocados à venda. A iniciativa é realizada em parceria com o Ministério da Justiça, através da Secretaria Nacional de Políticas Sobre Drogas (Senad).

As delegadas Andréa Ribeiro, Tatiany Cardoso e Fabiana Pinheiro, integrantes de uma comissão criada em maio deste ano, analisam os itens encontrados com os criminosos. Após liberação da Justiça, eles ficam aptos para serem vendidos.

Foto: Divulgação/SSP

"Os responsáveis pelos inquéritos, comprovando que o bem foi comprado através da venda de entorpecentes ou utilizado para ações ilícitas, solicitam a alienação antecipada via judiciário", explicou a delegada Andréa Ribeiro, integrante da comissão e titular da Coordenação de Narcóticos do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco).

A delegada acrescentou que os valores arrecadados entrarão em uma conta gerida pela Senad e depois serão investidos no combate ao tráfico nos estados. "Importante destacar que, além dos recursos, essa medida esvaziará as nossas unidades. Muitos bens apreendidos chegam a ficar anos ocupando espaço em Delegacias", completou.

Nesta primeira edição, os veículos modelos Onix, Cobalt, Celta, Corsa, Punto e Crossfox, apreendidos em Salvador, Feira de Santana, Vitória da Conquista e Paulo Afonso, nos anos de 2017, 2018 e 2019, serão colocados à venda. Interessados poderão dar lances, após se inscreverem no site.

"Temos outros bens aguardando decisão judicial. Esperamos o mais rápido possível vendê-los e usar esses recursos em capacitações e novos equipamentos", destacou a delegada Andréa Ribeiro.

Foto: Divulgação/SSP


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas